Morre aos 78 anos Raymundo Magliano Filho, ex-presidente da Bolsa

Magliano Filho estava internado há 50 dias no hospital Albert Eisten. Ele sofria de asma e teve Covid-19

Publicado em 11/01/2021 às 12h09
Raymundo Magliano Filho, ex-presidente da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo)
Raymundo Magliano Filho, ex-presidente da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). Crédito: João Wainer/Folhapress

O ex-presidente da Bolsa de Valores, Raymundo Magliano Filho, morreu nesta segunda-feira (11), aos 78 anos.

Magliano Filho estava internado há 50 dias no hospital Albert Eisten. Ele sofria de asma e teve Covid-19.

Considerado um dos responsáveis pela popularização da Bolsa de Valores, Magliano foi presidente da Bovespa entre 2001 e 2008 -ano da fusão com a BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros), dando origem à nova Bolsa.

Magliano Filho também esteve à frente da Magliano Investe, a primeira corretora de valores registrada no Bovespa, fundada por seu pai no fim da década de 1920.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.