ASSINE

Vinícolas: arquitetura a serviço do vinho ao redor do mundo

Enquanto bons vinhos são capazes de nos encantar pelo prazer sensorial, uma vinícola bem projetada e perfeitamente inserida entre seus vinhedos, é capaz de amplificar essa experiência, proporcionando um visual arrojado

Publicado em 26/07/2019 às 16h25

Costumo dizer que a melhor maneira de fazer uma imersão no mundo do vinho é através de visitas às vinícolas e seus respectivos vinhedos, uma experiência fascinante conhecida como enoturismo. Essas visitas permitem ao enófilo/turista um contato muito mais intimista com os vinhos, seus métodos de elaboração e a região produtora onde eles nascem.

> Confira 4 receitas de drinques perfeitos para tomar no inverno

Bodegas Ysios (Rioja, Espanha). Arquitetura: Santiago Calatrava. Crédito: Divulgação
Bodegas Ysios (Rioja, Espanha). Arquitetura: Santiago Calatrava. Crédito: Divulgação

Pensando nessa atividade, cada vez mais importante para o segmento, inúmeras vinícolas ao redor do mundo passaram a investir na modernização de suas instalações ou na construção de novas edificações. Deixando de lado o contexto projetual e construtivo meramente industrial que predominava, elas passaram a contratar arquitetos de renome internacional para repensar seus espaços dedicados a elaboração dos vinhos e a recepção de seus visitantes.

Azienda Ceretto (Piemonte, Itália).  Arquitetura: Luca e Marina Deabate. Crédito: Divulgação
Azienda Ceretto (Piemonte, Itália). Arquitetura: Luca e Marina Deabate. Crédito: Divulgação

Enquanto bons vinhos são capazes de nos encantar pelo prazer sensorial oferecido ao olfato e ao paladar, uma vinícola bem projetada e perfeitamente inserida entre seus vinhedos, é capaz de amplificar essa experiência, proporcionando um visual arrojado, insinuante e criativo, apto a encher os olhos dos visitantes.

Algumas vinícolas foram além do design inovador dos espaços essenciais a produção e degustação dos vinhos, passando a incorporar ótimos restaurantes e hospedagem de alto nível. Tudo isso foi pensado para agradar ainda mais aos enoturistas que, ano após ano, vêm se tornando uma fonte importante de receita e divulgação de seus rótulos.

 

Quinta do Vallado (Douro, Portugal). Arquitetura: Francisco Vieira de Campos. Crédito: Divulgação
Quinta do Vallado (Douro, Portugal). Arquitetura: Francisco Vieira de Campos. Crédito: Divulgação

Para ilustrar como o cenário descrito acima se desenvolveu, criando verdadeiras obras primas da arquitetura, selecionei algumas vinícolas espalhadas pelos quatro cantos do mundo, cujos edifícios (e vinhos) merecem figurar no roteiro de viagem daqueles que estiverem passeando pelas regiões onde elas estão inseridas.

Marqués de Riscal (Rioja, Espanha). Arquitetura: Frank Gehry. Crédito: Divulgação
Marqués de Riscal (Rioja, Espanha). Arquitetura: Frank Gehry. Crédito: Divulgação

Pela minha própria experiência (já estive em sete das dez vinícolas aqui listadas), posso assegurar que o aprendizado e o prazer de degustar vinhos no local onde são elaborados, faz uma grande diferença. Aproveite a lista e boa viagem!

A Gazeta integra o

Saiba mais
arquitetura decoracao turismo vinhos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.