ASSINE

7 dicas para manter a imunidade fortalecida no inverno

Na época do ano em que crescem os casos de doenças respiratórias, é preciso reforçar os cuidados com a saúde e fortificar a imunidade

Vitória
Publicado em 03/06/2021 às 02h00
O período mais frio do ano chama atenção para cuidados com a saúde
O período mais frio do ano chama atenção para cuidados com a saúde. Crédito: Reprodução/Freepik

No mês de junho, começa o inverno e a temporada de frio no Brasil. Nessa mesma época do ano, também se intensificam as doenças respiratórias. Por isso, é necessário voltar a atenção para a saúde. Além da pandemia, os graus mais baixos acendem um alerta para a imunidade.

A nutricionista ortomolecular Claudia Luz explica que ''as baixas temperaturas e o tempo mais seco prejudicam funcionamento dos mecanismos de defesa das vias aéreas, deixando o organismo mais suscetível a gripes e resfriados''. Ela também pontua que, como forma de auxiliar o corpo a manter uma boa imunidade, é necessário que haja uma alimentação adequada, meta que pode ser atingida com uma dieta variada.

A alimentação calórica, inclusive, que é bastante despertada e desejada nessa época, também é um ponto importante que deve haver cautela. Claudia afirma que ''nesse momento de pandemia, muitas pessoas não estão praticando exercícios como antes. Por isso, é importante ficar atento ao peso corporal, já que a obesidade é um fator de risco para a Covid-19”.

A nutricionista esclarece que o perigo dessa comorbidade é porque o excesso de peso aumenta a reação inflamatória do organismo, prejudicando as defesas e o trabalho das células imunes. Dessa forma, fica bem explícito que cuidar da saúde e da alimentação é um linha a ser seguida para manter a imunidade em boas taxas.  Confira sete dicas que a nutricionista Claudia Luz separou para um inverno com saúde:

CONFIRA 7 DICAS PARA MANTER A IMUNIDADE NO INVERNO

  1. A Gazeta - re8cj4z
    01

    Hidratação constante

    Apesar do consumo de água ser menor em dias mais frios, é necessário manter o ritmo de ingestão do líquido. Claudia afirma que ''além de ter papel essencial nas reações químicas do organismo, a água regula a temperatura corporal e ajuda na eliminação de toxinas, fatores essenciais para um sistema imunológico saudável''.

  2. A Gazeta - 9o616f
    02

    Alimentação reforçada

    ''Uma alimentação variada e colorida é essencial para garantir a ingestão de todos os nutrientes essenciais'', pontua a nutricionista. Ela recomenda frutas cítricas, vegetais verde-escuros, leguminosas, oleaginosas e fontes de proteínas animais e vegetais. No mais, é necessário se atentar à quantia de comida a ser ingerida: o melhor é não abusar dos carboidratos e apostar em alimentos naturias.

  3. A Gazeta - 94bp9t
    03

    Exercícios em dia

    O frio, por vezes, é usado como desculpa para não treinar. Além de ser essencial para o corpo, a atividade física é benéfica para o sistema imunológico. Claudia ainda chama atenção para quem busca emagrecimento. Segundo Luz, ''as baixas temperaturas estimulam o metabolismo, devido à necessidade do corpo em produzir mais calor, estimulando os mecanismos de queima de gordura e potencializando a perda de peso''. 

  4. A Gazeta - r4k5sq
    04

    Sono regulado

    Não é novidade que uma boa noite de sono é essencial para uma boa saúde. Durante a noite, o organismo regula o metabolismo, libera hormônios importantes e renova as energias para o dia seguinte. Luz explica que, ''nesse processo, também é feita a manutenção do sistema imunológico, com a restauração das células de defesa'', e que apenas uma noite de sono mal dormido afeta esse equilíbrio. 

  5. A Gazeta - ru270v
    05

    Ativos naturais

    A suplementação, se indicada por um especialista, é uma boa opção para fortalecer a saúde no inverno. ''A combinação entre própolis verde, zinco, vitamina C e cogumelo Agaricus blazei, por exemplo, é uma boa opção'', pontua a nutricionista. Claudia explica que ingredientes se completam para oferecer ao organismo os principais nutrientes essenciais para o desenvolvimento das células de defesa.

  6. A Gazeta - 4672ucm
    06

    Vitamina D

    Tomar sol é a principal fonte de vitamina D, apesar dela ser encontrada também em alguns alimentos. ''Dentre muitas funções que tornam essa vitamina indispensável ao organismo, está também a modulação do sistema imunológico, como sugerem alguns estudos'', diz Claudia.

  7. A Gazeta - jnlyt1cjn
    07

    Evite álcool e cigarro

    O tabagismo e o consumo excessivo de álcool são hábitos que afetam diretamente as defesas do organismo. De acordo com a especialista, ''isso acontece porque ambos interferem no funcionamento das células responsáveis por identificar os 'invasores', prejudicando a resposta do corpo a infecções''. Portanto, ela recomenda manter distância dessas substâncias. 

Saúde Inverno Saúde Imunidade

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.