ASSINE

Mãe que perdeu filho assassinado já teve casa incendiada por outro ex

Em novembro do ano passado, um ex-companheiro de Rosiani de Souza Gregório a agrediu e incendiou a casa dela. O caso foi denunciado à polícia

Publicado em 26/09/2019 às 10h45
Atualizado em 26/09/2019 às 15h34
Rosiani de Souza Gregório, mãe de estudante assassinado. Crédito: Isaac Ribeiro
Rosiani de Souza Gregório, mãe de estudante assassinado. Crédito: Isaac Ribeiro

Vítima de um ex-marido na madrugada desta quinta-feira (26), a auxiliar de lavanderia Rosiani de Souza Gregório, de 32 anos, já teve a casa incendiada por outro ex-companheiro. No dia 17 de novembro do ano passado, um homem com quem ela teve um relacionamento de 10 anos a agrediu e ateou fogo onde ela morava no bairro Santa Luzia, em Cariacica.

Ela contou que estava com Felipe Ted Christo Caleffi, 32 anos, então marido, e o filho deles, quando foi abordada na frente de casa pelo ex-companheiro e mais três comparsas. Ela e o então ex-marido estavam separados havia cinco anos, mas tiveram uma discussão porque ele não aceitava o fim de relacionamento.

“Ele estava bêbado na época. Me empurrou para o quintal, puxou meu cabelo, agarrou meu pescoço, começou a me sufocar e encostou uma garrafa de vidro no meu pescoço, como se fosse me furar. Mas ele estava tão bêbado que não conseguiu, mas acabou machucando meu filho. Naquele dia eu fui dormir na casa de uma amiga”, relembrou.

Na manhã do dia seguinte, Rosiani descobriu que a casa havia incendiada. O incêndio destruiu dois dos três cômodos do imóvel onde ela morava com Felipe e o filho deles. À época, ela denunciou o ex à polícia e solicitou perícia do Corpo de Bombeiros. Segundo ela, o suspeito não foi preso.  

 

A Gazeta integra o

Saiba mais
cariacica homicídio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.