Secretaria de Saúde atualiza situação da pandemia no ES

Estado contabiliza um total de 5.450 mortes provocadas pela doença e 271.041 pessoas infectadas

Publicado em 15/01/2021 às 10h23
Atualizado em 15/01/2021 às 11h59

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, concede, às 10h desta sexta-feira (15), uma coletiva de imprensa para atualizar informações sobre o enfrentamento à Covid-19. O Espírito Santo registrou mais 31 mortes e 1.818 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas.

Os dados são do Painel Covid-19, atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e divulgados na tarde desta quinta-feira (14). Com isso, o Estado contabiliza um total de 5.450 mortes provocadas pela doença e 271.041 pessoas infectadas. Acompanhe a coletiva:


11:15

Enem e pandemia

Nésio: "Nós não iremos cometer nenhum tipo de ato de cancelar de forma unilateral o Enem no Espírito Santo diante do anúncio do Governo Federal de que não faria novas provas se algum Estado cancelasse. O ES acompanha a opinião do Conselho dos secretários de Saúde para recomendar o adiamento. (Sobre o retorno das aulas presenciais) Consideremos que em um contexto de baixa e média transmissão da doença, as atividades podem ser retomadas"


10:59

Pacientes de Manaus ainda não foram transferidos para o ES

Nésio Fernandes: "Desde semana passada, tenho tido contato direto com o secretário do Amazonas, a quem expresso nossa solidariedade e nosso apoio, e no dia de ontem o governador Casagrande anunciou a oferta dos 30 leitos de UTI para o Estado do Amazonas. Manaus vive uma grave crise na oferta de oxigênio nas unidades hospitalares. O oxigênio é necessário não somente nos hospitais mas também para a remoção de pacientes. Então, nas últimas horas iniciaram a remoção de pacientes para outros Estados. É uma operação que decidimos dentro da relação entre secretários de Estados não manter uma atualização constante de todos os pacientes que estão sendo removidos em que ela necessita de muita celeridade para essa grande, de muita tranquilidade para essa grande operação aérea interestadual. Possivelmente, até o dia de amanhã devem ser atualizadas as informações mais precisas sobre a remoção. Nós até o presente momento não recebemos nenhum paciente oriundo de Manaus. Já foi estabelecido contato entre as secretarias. A responsabilidade da remoção do paciente está a cargo do Ministério da Saúde". O secretário também disse que essa transferência de pacientes não vai aumentar a contaminação no Espírito Santo :“É uma ingenuidade pensar que no Brasil não estariam circulando novas cepas do coronavírus. A população não deve ter medo da transferência dos pacientes de Manaus”


10:48

"Será um ano de vacina", diz subsecretário

Subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin: "A vacina não pode ser um problema. A vacina é a solução. Não será um mês de vacina, será um ano de vacina. Não há uma produção no mundo capaz de atender a população de imediato"


10:42

Início da vacinação e falsa sensação de segurança

Nésio: "Estamos tratando do início do processo de vacinação. Isso não pode gerar uma falsa sensação de segurança, de que a pandemia acabou. Quando a primeira dose for aplicada na população, ainda serão necessárias diversas semanas para que a imunidade seja desenvolvida nesses indivíduos. Será necessária uma segunda dose para a vacina da Coronavac. A vacina da AstraZeneca temos a expectativa de que ela possa ter um tempo de aplicação entre a primeira e a segunda dose superior até a 90 dias, permitindo que uma quantidade maior da população seja vacinada. Acreditamos que o processo que se inicia em janeiro deverá ter uma repercussão de ampla imunidade coletiva no país ao longo de pelo menos seis meses. O início da vacinação agora no mês de janeiro não deverá afetar o comportamento da segunda expansão de casos neste mês e em fevereiro. A segunda expansão da doença será enfrentada com as mesmas condições que enfrentamento a primeira expansão, com ausência de tratamento específico e sem vacina disponibilizada em massa para a população. Por isso, devem ser mantidas todas as medidas de prevenção"


10:38

Chegada das vacinas

Nésio: "No próximo domingo, a Anvisa vai analisar as vacinas. Temos a expectativa de que ambas (Coronavac e vacina da Oxford) serão aprovadas. O país já possui vacinas produzidas em solo brasileiro. Acreditamos que ao longo dos próximos dias, todos os Estados vão receber pelo menos as 6 milhões de doses já disponíveis da Coronavac"


10:32

Seringas para vacina contra Covid-19

Nésio: "Ao longo da última semana tivemos uma polêmica sobre a informação do Ministério da Saúde de que alguns Estados não tinham seringas. A informação foi equívoca. O próprio Ministério da Saúde reconheceu o equívoco. O Espírito Santo se preparou antecipadamente, adquirindo 6 milhões de seringas. Além disso, já temos estoque de mais de 1,7 milhão de seringas. O ES tem condições plenas de iniciar a vacinação a partir da próxima semana se houverem vacinas disponíveis"


10:29

ES deve registrar mais 450 mortes em janeiro

Segundo o secretário, mais 450 óbitos devem ser registrados até o final do mês, se a média diária de mortes for mantida nas próximas semanas.


10:27

Leitos de UTI

Nésio afirma que o Estado está preparado para enfrentar um aumento na pressão hospitalar: "Temos uma perspectiva de aumento de mais 60 leitos até o final deste mês"


10:25

Alta transmissão

Nésio Fernandes, secretário de Estado da Saúde: "Mantemos um contexto de alta transmissão. Temos tido três semanas de aumento de casos observados. Há uma tendência de que isso se mantenha na próxima semana"


09:22

Coletiva às 10h

A entrevista está prevista para começar às 10h, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). A coletiva será no formato on-line

SESA Coronavírus no ES nesio fernandes Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.