Chuva forte atinge região Sul do ES; Muniz Freire tem granizo

Os municípios de Alegre, Jerônimo Monteiro  e Vargem Alta registraram diversos pontos de alagamentos. Também houve queda de árvores e poste

Cachoeiro
Publicado em 02/01/2021 às 18h44
Atualizado em 02/01/2021 às 19h21
Os municípios de Alegre, Jerônimo Monteiro, Vargem Alta e Muniz Freire tiveram alagamentos.
Chuva forte atinge região Sul do ES e em Muniz Freire chove granizo. Crédito: Internauta - Gilberto Eduardo

Uma chuva forte atingiu a região Sul do Espírito Santo, na tarde deste sábado (02), e pelo menos quatro municípios tiveram ocorrências relacionadas ao grande volume de água. Não houve casos de pessoas desabrigadas ou desalojadas, nem registro de  transbordamento de rios.

Em Muniz Freire, no bairro Itaici, choveu granizo e teve rajadas de vento e, na comunidade do Amorim, foram registrados  alagamentos. A Defesa Civil do município informou que choveu forte por cerca de uma hora, mas a equipe de plantão não foi acionada para ocorrências relacionadas à chuva.

No município de Jerônimo Monteiro, o morador Gilberto Eduardo disse que a chuva começou às 13h40 e logo a rua Nestor Ramos ficou alagada. “Não é de hoje que isso acontece. Nossa rua enche de água e as nossas casas também. Toda vez que chove forte, acontece isso.”

Já Edielson França enviou o vídeo feito pelo Fábio Júnior, da Cachoeira do Papagaio e da Vila Cruzeiro, que fica às margens da BR 482, que mostra a força da água após as chuvas.

Segundo a Defesa Civil do município, a chuva foi muito intensa em um curto período: em 30 minutos caiu um volume de água esperado para 10 horas. Com isso, pelo menos cinco ruas ficaram alagadas e algumas casas foram atingidas.

A Defesa Civil disse ainda que não há pessoas desalojadas e que a água baixou rapidamente. Sobre os prejuízos, a prefeitura irá fazer um levantamento completo junto aos moradores atingidos na segunda-feira (4).

Em Vargem Alta, Nilson Reis registrou a situação que ficou uma rua na comunidade de Castelinho. Uma árvore e um poste caíram e algumas casas ficaram sem energia elétrica. Moradores de Vila Maria também ficaram em alerta com a água que quase invadiu as casas.

A EDP, responsável pelo fornecimento de energia elétrica, comunicou que uma equipe já esteve no local e realizou um atendimento emergencial, isolando a área e eliminando os riscos. Informou ainda que uma equipe de obras pesadas está a caminho do local para substituir o poste e restabelecer a energia para os 16 clientes que tiveram o fornecimento interrompido.

A Prefeitura de Vargem Alta informou que as equipes da Defesa Civil e das secretarias de Obras e de Assistência Social fizeram o atendimento emergencial no distrito de Castelinho e realizaram a desobstrução da ES 164 e da via que dá acesso ao Sítio Caetés.Também está sendo feito o levantamento das famílias afetadas e a equipe está de plantão em decorrência das chuvas. O telefone da Defesa Civil do município é (28) 99910-2604.

No município de Alegre, ruas também foram tomadas pela água da chuva e, de acordo com a prefeitura, algumas casas foram destelhadas. A Defesa Civil municipal foi acionada e afirmou que a situação está sob controle e que aguarda o relatório da assistência social sobre eventuais casos de desalojados e desabrigados.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.