ASSINE

Shell recebe autorização para importar até 36,5 milhões de m³ de gás

Empresa terá que apresentar à ANP, até o dia 25 de cada mês, relatório detalhado sobre as operações de importação realizadas no mês imediatamente anterior

Publicado em 17/03/2021 às 15h34
Atualizado em 17/03/2021 às 15h34
Preço dos combustíveis nos postos da Grande Vitória
Posto Shell na Avenida Beira -Mar - Preço dos combustíveis nos postos da Grande Vitória. Crédito: Fernando Madeira

O Ministério de Minas e Energia autorizou a Shell Energy do Brasil Gás a exercer a atividade de importador de Gás Natural Liquefeito (GNL) até o limite de 36,5 milhões de metros cúbicos, com entrega prevista para o Terminal de Regaseificação da Baía de Todos os Santos, na Bahia.

"A presente autorização terá validade até 31 de março de 2024, e limita-se exclusivamente à importação de Gás Natural na forma Liquefeita", informa a autorização publicada nesta quarta-feira, 17, no Diário Oficial da União (DOU).

A Shell terá que apresentar à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), até o dia 25 de cada mês, relatório detalhado sobre as operações de importação realizadas no mês imediatamente anterior.

As informações serão publicadas no site da ANP, segundo a portaria assinada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

O GNL deverá atender térmicas, distribuidoras de gás e consumidores livres.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.