ASSINE

Produção da Vale no Espírito Santo cai 21,6% no 2º trimestre

Segundo a empresa, redução aconteceu por conta de manutenção nas plantas e chuvas de maio

Publicado em 22/07/2019 às 18h03
Produção caiu no complexo de Tubarão. Crédito: Gildo Loyola/Arquivo
Produção caiu no complexo de Tubarão. Crédito: Gildo Loyola/Arquivo

A produção de pelotas da Vale caiu 21,6% no segundo trimestre deste ano em comparação com os três primeiros meses do ano. A queda é ainda maior se a comparação for feita com o segundo trimestre do ano passado: 23,2%.

Entre abril e junho, o complexo de Tubarão – composto por oito plantas industriais – produziu 6.080 milhões de toneladas (Mt) de pelotas. De acordo com o relatório de produção da empresa, a queda aconteceu por conta de manutenções nas plantas 1, 2, 3 e 4, pela parada a frio da usina 1, bem como por conta de chuvas anormais em maio.

Minério

A produção de minério que abastece o complexo de Tubarão também caiu 19% em relação ao primeiro trimestre deste ano e 42,6% em relação ao segundo trimestre do ano passado – antes do rompimento da barragem da empresa, em Brumadinho (MG).

"O Sistema Sudeste, que engloba os complexos de mineração de Itabira, Minas Centrais e Mariana, produziu 15,9 Mt no segundo trimestre de 2019, ou seja, 3,7 Mt a menos do que no 1º trimestre de 2019 e 11,8 Mt a menos que no 2º trimestre de 2018, devido principalmente à parada de Timbopeba e Alegria por 91 dias durante o 2º trimestre de 2019, enquanto no 1º trimestre de 2019 foi de apenas 16 dias."

Nacional

Em todo o Brasil, a produção de minério de ferro da Vale no segundo trimestre de 2019 alcançou 64,057 milhões de toneladas, queda de 12,1% na comparação com o trimestre imediatamente anterior e 33,8% abaixo do reportado um ano antes. No semestre, a Vale produziu um total de 136,9 milhões de toneladas de minério, um recuo de 23,4% na comparação com os seis primeiros meses de 2018.

Brumadinho

O relatório da empresa apresenta o desabamento da barragem de Brumadinho como uma das causas para a redução da produção. “A produção de finos de minério de ferro totalizou 64,1 Mt no 2º trimestre de 2019, ficando 12,1% e 33,8% menor do que no 1º trimestre de 2019 e no 2º trimestre de 2018, respectivamente, principalmente em função dos impactos decorrentes da ruptura da barragem de Brumadinho e de condições climáticas incomuns no Sistema Norte em abril e no início de maio.

A Gazeta integra o

Saiba mais
brumadinho

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.