Leilão de bens de empresa falida tem imóveis no ES a partir de R$ 18 mil

Maior parte dos imóveis está localizada em Pedro Canário

Publicado em 01/07/2019 às 19h24
 Ao todo, serão 12 lotes em áreas de Pedro Canário e Montanha, no Espírito Santo, e Mucuri, na Bahia. Crédito: Pixabay
Ao todo, serão 12 lotes em áreas de Pedro Canário e Montanha, no Espírito Santo, e Mucuri, na Bahia. Crédito: Pixabay

Em recuperação judicial desde 2009 após o auge do consumo de etanol no país, o Grupo Infinity Bio-Energy fará, por determinação judicial, um leilão de imóveis rurais e urbanos pertencentes a massa falida da indústria sucroalcooleira. Ao todo, serão 12 lotes em áreas de Pedro Canário e Montanha, no Espírito Santo, e Mucuri, na Bahia.

Só no Estado são 11 unidades leiloadas, 10 delas em Pedro Canário. O lote mais em conta é um imóvel rural de 48.400 m² por R$ 18 mil. Já o mais caro, que possui 4.107.028 m², tem o lance mínimo de R$ 4,85 milhões.

Ainda em Pedro Canário também está a venda um terreno dentro da cidade de 48.400m², com 60 casas de aproximadamente 90m² cada, pela oferta mínima de quase R$ 2,3 milhões. Há ainda três imóveis residenciais no município, com valores iniciais entre R$ 47,6 mil e R$ 149,3 mil.

O único lote em Montanha é um imóvel rural de 338.800 m², com lance inicial de R$ 483,6 mil. Já em Mucuri (BA), um imóvel rural de 34,67 hectares tem valor inicial de R$ 4,7 milhões.

Como os imóveis estão no 2º pregão, o valor mínimo para a venda corresponde a 70% do valor de avaliação judicial, ou seja, há 30% de desconto sobre os valores do 1º pregão, encerrado sem lances no dia 27 de junho.

Os lances podem ser ofertados até as 14h de 17 de julho e o acesso a todas as informações dos lotes pode ser feito pelo site da MaisAtivo Judicial. “Nos próximos meses, mais de R$ 100 milhões serão leiloados, entre agroindústrias, imóveis rurais e veículos”, explica o leiloeiro oficial responsável, Renato Moysés.

Histórico

O Grupo Infinity Bio-Energy foi fundado em 2006 em meio ao ‘boom’ do etanol no país, com investimentos na construção de seis usinas distribuídas em Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul.

Mas a quebradeira do setor sucroalcooleiro entre 2009 e 2013 atingiu em cheio o grupo, que entrou em recuperação judicial em 20019 com uma dívida de R$ 1,5 bilhão.

Das seis unidades industriais, duas retornaram aos credores Amerra e Carval. As quatro unidades restantes (Disa, Alcana, Cepar e Cridasa) passaram a ser administradas pela Deloitte, após a Infinity ter tido sua falência decretada em julho de 2017.

Lista de imóveis em leilão

1. Terreno em Pedro Canário, com 60 casas de aproximadamente 90m² cada

Medida: 48.400 m²

Lance mínimo: R$ 2.378.000,00

2. Imóvel residencial em Pedro Canário

Medida: 1.099 m² de área total e 66 m² de área construída

Lance mínimo: R$ 149.300,23

3. Imóvel residencial em Pedro Canário

Medida: 300 m² de área total e 67 m² de área construída

Lance mínimo: R$ 47.670,00

4. Imóvel residencial em Pedro Canário

Medida: 265 m² de área total e 68 m² de área construída

Lance mínimo: R$ 94.591,28

5. Imóvel rural em Pedro Canário

Medida: 1.447.120 m²

Lance mínimo: R$ 2.073.629,59

6. Imóvel rural em Pedro Canário

Medida: 297.200 m²

Lance mínimo: R$ 376.536,82

7. Imóvel rural em Pedro Canário

Medida: 4.107.028 m²

Lance mínimo: R$ 4.850.206,61

8. Imóvel rural em Pedro Canário

Medida: 437.600 m²

Lance mínimo: R$ 376.560,21

9. Imóvel rural em Pedro Canário

Medida: 484.000 m²

Lance mínimo: R$ 682.550,00

10. Imóvel rural em Pedro Canário

Medida: 48.400 m²

Lance mínimo: R$ 18.001,15

11. Imóvel rural em Montanha

Medida: 338.800 m²

Lance mínimo: R$ 483.538,18

12. Dois imóveis rurais em Mucuri (BA)

Medida: 398.31 hectares

Lance mínimo: R$ 4.739.004,35

imóveis indústria leilão montanha Pedro Canário

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.