ASSINE

Avianca demite mais 20 funcionários em São Paulo

Na quinta-feira (02), já haviam sido dispensados pelo menos 47 trabalhadores

Publicado em 03/05/2019 às 15h40
Os funcionários demitidos estão sem previsão para receber as verbas rescisórias e aqueles que ainda permanecem notam irregularidades no pagamento de benefícios. Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Os funcionários demitidos estão sem previsão para receber as verbas rescisórias e aqueles que ainda permanecem notam irregularidades no pagamento de benefícios. Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Avianca Brasil, em processo de recuperação judicial, demitiu nesta sexta-feira (03), 20 funcionários que trabalhavam no Aeroporto Internacional de Guarulhos, nos setores de check-in, despacho de voos e terminal de cargas, informou o Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos. Na quinta-feira (02), já haviam sido dispensados pelo menos 47 trabalhadores.

Segundo o presidente do sindicato, Rodrigo Maciel, até dezembro a empresa empregava 304 funcionários no terminal de Guarulhos, número que passou para 234 em 29 de abril, quando a Avianca parou de operar. “Ontem começaram as demissões entre esses 234 que haviam sobrado. O que sabemos é que 154 permaneceriam para atender passageiros com voos comprados”.

Maciel disse que os funcionários demitidos estão sem previsão para receber as verbas rescisórias, e aqueles que ainda permanecem notam irregularidades no pagamento de benefícios, como vale alimentação e vale transporte. “Está um caos. Os funcionários estão dizendo que não trabalharão, caso não recebam”.

AVIANCA

Por meio de nota, sem confirmar ou citar números, a Avianca informou que, cumprindo as etapas do plano de recuperação judicial, e devido à diminuição de sua frota e operação, está em processo de redução do número de funcionários em todo o país.

A Avianca disse ainda que continua trabalhando para minimizar o impacto causado pelos cancelamentos dos voos e para garantir o melhor atendimento aos seus clientes. “A empresa agradece a contribuição, dedicação e profissionalismo de todos os colaboradores que estão deixando a companhia, fundamentais no suporte aos passageiros nos últimos meses”.

A Gazeta integra o

Saiba mais
aviacao avianca aviao economia são paulo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.