ASSINE

Gráfica investe na produção de embalagens de papel

Grafitusa segue tendência que estimula a sustentabilidade e reduz custos de produção

  • Grafitusa

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 21/06/2021 às 18h48
Grafitusa - embalagens
As embalagens de papel podem ser utilizadas por diversos segmentos, como o de alimentos ou o de cosméticos. Crédito: Reprodução/Instagram

Se você é do perfil de consumidor que pede lanches e refeições por aplicativos, já deve ter reparado que muitos estabelecimentos estão entregando a comida em embalagens de papel. Essa é uma nova tendência de empresas que têm apostado na sustentabilidade, numa conduta de preservação ambiental que, de quebra, inova e conquista os clientes.

A Grafitusa segue nessa linha e está investindo no setor de embalagens de papel, justamente por considerar que são mais benéficas para o meio ambiente, igualmente práticas a outros materiais e ainda garantem a proteção dos utensílios que precisam ser carregados. Desde maio, a empresa passou a adotar esse recurso que, além de causar menos danos à natureza, reduz os custos, pois é mais barato que o plástico.

“Há uma tendência mundial para uso do papel no lugar do plástico, que demora muito para se decompor. Por ser 100% correto, isso tem ganhado cada vez mais destaque, pois reduz os impactos ambientais e também os custos. Enquanto a indústria em geral registrou um aumento, em média, de 30 a 40%, o papel teve alta de 15%. É, então, a novidade que estamos implantando”, pontuou o diretor da Grafitusa, Romulo Samorini.

Ele destacou que muitos clientes têm abraçado a proposta e são cada vez mais frequentes os pedidos para impressão gráfica de caixas, como as de lanches, cosméticos e remédios.

“Como tem muita gente solicitando as refeições em casa, é crescente o número de clientes que passaram a usar o papel-cartão, que é mais grosso”, descreveu Samorini.

A linha de papel-cartão é ideal para embalar produtos de limpeza, higiene, beleza, medicamentos, alimentos, entre outros, além da possibilidade de usá-la em capas de livro e materiais promocionais.

A Grafitusa compra o papel da Suzano, que, após fusão com a Fibria, em 2019, passou a ser maior produtora mundial de celulose.

Outro aspecto importante, destacado por Romulo, é o processo de cubagem - a relação entre peso e volume da carga a ser transportada. “Quando você mexe com embalagens, o volume físico das coisas acaba sendo muito grande. Como nossa empresa está em um lugar estrategicamente importante, temos fácil acesso às BRs 101 e 262 e ao aeroporto de Vitória, facilitando a logística de chegada e saída das mercadorias”, completou Samorini.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Recall de Marcas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.