ASSINE
Taynã Feitosa é sommelière e cervejeira apaixonada por uma boa cerveja e suas infinitas possibilidades. Também é jornalista e mercadóloga

Exagerou na cerveja? Saiba como evitar ou curar a ressaca

Cada um tem o seu jeito de lidar com o incômodo depois da bebedeira. Conheça dicas de cervejeiros e veja o que dizem os médicos

Publicado em 12/05/2021 às 16h00
Homem com ressaca e garrafas vazias de cerveja
Dor de cabeça, náusea e vômito são os principais sintomas da ressaca . Crédito: Shutterstock

Um dos ensinamentos da cultura cervejeira é beber menos para beber melhor - ou seja: em menos quantidade e com mais qualidade. Mas sei que, às vezes, extrapolamos e bebemos além da conta. Daí, no outro dia, temos que lidar com a incômoda ressaca.

O médico Gilmar Francisco explica que a ressaca é uma reação do nosso corpo ao uso exagerado do álcool e o conjunto de complicações agudas que a bebedeira acarreta.

“O álcool é metabolizado pelo fígado em acetaldeído, que é uma substância tóxica e, em seguida, em ácido acético, que é atóxico. Essa metabolização do álcool leva algumas horas e nosso corpo é capaz de depurar uma quantidade limitada de álcool por período. É justamente o acetaldeído que leva à sensação de mal estar gerada pelo álcool”, pontua.

Ainda segundo o médico, o processo de metabolização do álcool envolve vias enzimáticas do fígado, que também participam da produção de glicose, principalmente em períodos de jejum, gerando uma hipoglicemia.

Gilmar Francisco complementa que beber demais causa a inibição do hormônio antidiurético ADH, o que aumenta a eliminação de água pelos rins e leva ao aumento do volume de urina e da frequência urinária, tendo como consequência a desidratação.

POR QUE SENTIMOS DOR DE CABEÇA?

“Essa desidratação atinge, inclusive, as meninges, membranas que envolvem o cérebro, e isso resulta na famosa dor de cabeça”, informa o médico, que está finalizando uma pós-graduação em Nutrologia.

Por fim, o aumento do conteúdo líquido gástrico e da secreção de ácido pelo estômago, além da alta concentração de álcool no trato gastrointestinal, acabam causando diarreia, náusea e vômito, completando o que chamamos de ressaca. Para diminuir esses sintomas, Gilmar ressalta que o ideal é hidratar-se.

Gilmar Francisco

Médico

"É muito importante também se alimentar antes mesmo de começar a beber. Alimentos mais gordurosos diminuem o esvaziamento gástrico, e alimentos proteicos promovem substratos para a síntese de glicose pelo fígado."

Outra dica do médico é fracionar as doses de bebidas alcoólicas. “O ideal mesmo é ingerir a cerveja o mais lentamente possível e em menor quantidade”.

OS TRUQUES DOS CERVEJEIROS

Juiz cervejeiro BJCP, cervejeiro da Cervejaria Mestra, na Serra, e bebedor de carteirinha, Victor Morandi tem suas receitas pessoais para combater a ressaca. De todas as dicas, sua principal é a ingestão de água.

"Tem que beber água, não tem jeito. A dica mesmo é sempre intercalar uma cerveja com água ou água de côco. Tentar se hidratar enquanto bebe é uma ótima forma de prevenir a ressaca. Comer, para mim, não funciona", conta.

Cervejeira da Serpentário Brew & Co, em Vitória, Ana Carolina Pizetta faz um ritual de prevenção para amenizar os sintomas caso a ressaca seja inevitável. Antes de beber, ela toma medicamentos para dor de cabeça, enjoo e também para proteger o estômago. "Além disso, intercalo cerveja e água enquanto estiver sóbria", afirma.

Se a ressaca vem, Ana vai direto para o chuveiro e toma um banho bem gelado. "Também costumo reforçar alguns remédios e comer alimentos mais gordurosos. Já percebi que isso funciona para mim, melhoro mais rápido".

Data: 04/03/2020 - ES - Vitória - Carol Pizetta, mulheres que produzem cervejas artesanais - Editoria: Revista AG - Foto: Ricardo Medeiros - GZ
Ana Carolina Pizetta é cervejeira e se previne da ressaca com medicamentos. Crédito: Ricardo Medeiros

Eu, enquanto bebo, tenho o hábito de consumir proteínas, e como cervejeira e sommelière que sofre de gastrite, faço um alerta: nunca beba de barriga vazia.

Para algumas pessoas, como eu, o consumo exagerado de alimentos gordurosos e carboidratos pode fazer mal. Por isso, dou preferência a carnes e comidas mais magras. Funciona para mim, e pode ser que também dê certo para você.

3 DICAS PARA EVITAR...

  1. 01

    Beba água!

    Reforço porque é a melhor dica. Hidrate-se e siga firme bebendo água. Um copo de água por um de cerveja é a fórmula mágica. Se você estiver fazendo degustação de cervejas, a água, além de hidratar, vai ajudar a limpar o seu paladar.

  2. 02

    Pegue leve com a gordura

    Coma, mas evite alimentos gordurosos. É o que já falei acima: é muita complexidade para o nosso organismo lidar.

  3. 03

    Tenha cuidado ao misturar

    Evite também misturar grandes quantidades de cervejas diferentes. É a mesma lógica: muita complexidade para o nosso organismo. 

... E 4 DICAS PARA CURAR A RESSACA

  1. 01

    Beba ainda mais água

    É recomendável beber antes de dormir e assim que acordar. Mesma lógica da hidratação.

  2. 02

    Aposte na cafeína

    Café e chás estimulantes vão lhe ajudar a reanimar e também a hidratar. Eu não sou ninguém se não tiver o meu café!

  3. 03

    Cuide da irritação

    Antiácidos e desintoxicantes ajudam, e muito, quando estômago e fígado estão irritados. 

  4. 04

    Vai uma vitamina aí?

    A vitamina C é uma aliada quando a ressaca se instala. Portanto, invista em sucos frescos de frutas cítricas ou até mesmo em pastilhas efervescentes que contenham a substância.

Clique aqui para ler as colunas anteriores e acompanhe a colunista também no Instagram.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

Gastronomia Fique bem Cerveja opinião

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.