ASSINE
Colunista do jornal A Gazeta e do Gazeta Online

MUG vai contar as lendas indígenas capixabas em 2020

Vice-campeã neste ano vai tentar recuperar o título no Sambão do Povo com o enredo "Oby: O Imaculado Santuário das Lendas".

Publicado em 03/04/2019 às 18h50
MUG desfila no Sambão do Povo: em busca do oitavo título no ano em que comemorará seus 40 anos. Crédito: G1
MUG desfila no Sambão do Povo: em busca do oitavo título no ano em que comemorará seus 40 anos. Crédito: G1

Já está definido o primeiro enredo para o Carnaval 2020. A MUG, vice-campeã neste ano, vai tentar recuperar o título no Sambão do Povo resgatando as lendas indígenas do Espírito Santo com o enredo “Oby: O Imaculado Santuário das Lendas”.

Resgate histórico

“Homenagear a história capixaba especialmente sob a ótica do povo indígena, os donos desta terra, é homenagear a história da própria escola”, explica Patrick Rocha, diretor de comunicação da escola de Vila Velha.

40 anos

A festa de lançamento com todos segmentos da agremiação será no dia 30 de abril, às 20h, na quadra da escola, na Glória. O enredo faz parte das comemorações dos 40 anos da MUG, que tem sete títulos do carnaval capixaba.

Duplo poder

O vereador Nathan Medeiros (PSB) tomou posse na terça-feira na Central de Serviços da Prefeitura de Vitória e ontem – como pode? – solicitou à presidência da Câmara a nomeação de um assessor.

Ah, bom!

Sobre a foto publicada ontem na coluna, o deputado Euclério Sampaio entra em contato e alega que não sabia que estava usando um arquivo pirateado ao projetar a primeira página de A GAZETA no telão da Assembleia Legislativa.

Ah, bom! 2

Euclério diz que é assinante do jornal e conta que pensou que a marca d’água Vips, da versão copiada ilegalmente, referia-se a “pessoas vips”.

Ele sai

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), está de licença do cargo até domingo “por questões pessoais”, segundo informou. A assessoria da PMV diz não saber o motivo do afastamento.

Ele entra

De acordo com a prefeitura, o vice, Sérgio Sá (PSB), assumiu o cargo interinamente pela sexta vez, num total de 65 dias no poder.

Agora, declarou

Sobre a nota “Nada a declarar”, a Prefeitura de Colatina admite que o Portal da Transparência municipal está desatualizado e promete que ele será atualizado até amanhã.

A gente já sabia

Por falar em Colatina, o prefeito Sérgio Meneguelli adianta que não vai participar da 22ª Marcha dos Prefeitos, entre 8 e 11 de abril, em Brasília. “Aquilo é um festival de turismo com dinheiro público”, entrega.

Orquestra no Tom

Dias 10 e 11 de abril, no Teatro Sesc Glória, a Sinfônica do ES fará um concerto com um repertório diferente destacando Tom Jobim, que será lembrado com grandes clássicos. A solista será a cantora Rebeca Vieira, capixaba radicada em Niterói (RJ).

A obra-prima

O concerto terá ainda a “Sinfonia Popular n.º 1”, de Radamés Gnattali. De acordo com o maestro titular da Oses, Helder Trefzger, trata-se de uma obra-prima escrita em 1967 e que tem um forte sabor popular, impregnada pela genialidade do maestro Gnattali, amigo de Tom.

Proibidão proibido

A Secretaria Municipal de Segurança de Vila Velha comemora: com o aperto da fiscalização, há 60 dias não são realizadas festas clandestinas na cidade.

Nada a declarar?

Representantes da Sejus não compareceram à audiência pública que discutiu o sistema prisional, na Assembleia Legislativa. O presidente da Comissão de Segurança, Danilo Bahiense, diante dos vários questionamentos em mãos que seriam feitos às autoridades, ironizou: “Se a Sejus fez isso? Não sei. Não estão aqui para responder, né?”

Nada a declarar? 2

O deputado Lorenzo Pazolini destacou que soa estranho um governo que diz prezar por tanto diálogo não estar presente na audiência. Bahiense, por sua vez, adiantou que, se necessário, a comissão fará a convocação das autoridades, caso haja a deliberação quanto ao tema.

Só foi o Pacífico

O único representante do governo presente foi o subsecretário de Estado de Integração Institucional, Guilherme Pacífico, vinculado à Secretaria de Segurança (Sesp).

Agora vai

João Amoedo, que foi candidato do Novo a presidente da República, vai debater “O Futuro do Brasil”. Só isso. Na próxima quinta, na UVV.

Causa nobre

O promotor de Justiça Marcelo Lemos e o advogado Daury César Fabriz lançam, amanhã, o livro “A mediação na solução das questões ambientais”, às 15h30, na sede do MPES. A renda com a venda dos livros será revertida para o Asilo dos Velhos de Vitória.

Alô, papais e mamães!

Vocês teriam coragem de levar seus filhos pequenos para passear na Câmara de Vereadores da Serra?

A Gazeta integra o

Saiba mais
carnaval

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.