ASSINE
Colunista do jornal A Gazeta e do Gazeta Online

Conselho critica vereador que debochou de idoso que se acidentou

Marcial Souza Almeida, mais conhecido como "Dito Xaréu", debochou do empresário Nhozinho Matos, de 74 anos, dono de um tradicional restaurante de frutos do mar em Meaípe

Publicado em 26/03/2019 às 19h45
Marcial Souza Almeida, mais conhecido como "Dito Xaréu", debochou do empresário Nhozinho Matos. Crédito: Montagem | Gazeta Online
Marcial Souza Almeida, mais conhecido como "Dito Xaréu", debochou do empresário Nhozinho Matos. Crédito: Montagem | Gazeta Online

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Guarapari divulgou uma nota de repúdio contra o vereador Marcial Souza Almeida, mais conhecido como “Dito Xaréu”. O parlamentar debochou do empresário Nhozinho Matos, de 74 anos, dono de um tradicional restaurante de frutos do mar em Meaípe.

O acidente

O idoso se machucou ao cair num buraco na orla do balneário no momento em que conversava com integrantes da Defesa Civil sobre a ação da ressaca na praia.

O deboche

Xaréu disse nas redes sociais, em relação a Nhozinho: “Curiosidade mata. Se estivesse em casa tomando mingau, nada disso teria acontecido”. Houve uma enxurrada de protestos contra a atitude do vereador, que acabou retirando a postagem.

De volta ao trabalho

O empresário, já refeito do machucado no joelho, voltou à sua rotina de trabalho. A família de Nhozinho Matos diz que não pretende mover uma ação na Justiça contra o parlamentar.

Constatação

Comemorar golpe é golpear a Democracia. Sim, com D maiúsculo.

Meia-volta

Após publicar um edital para contratar uma empresa para realização de pesquisa sobre avaliação prévia do programa Estado Presente, a Superintendência de Comunicação do governo do Estado cancelou a licitação.

A César o que é de César

O ex-vice governador César Colnago (PSDB) foi visto ontem à tarde conversando tranquilamente na frente da Assembleia. Sem segurança, sem assessores, sem pompa e circunstância.

Gafe a bordo

Leitor conta que pegou um carro de aplicativo e, ao entrar no veículo, viu que o motorista não lembrava em nada a foto no app. Ele perguntou: “Você é o Douglas?”. E o motorista prontamente respondeu: “Sim, 40 quilos mais gordo!”.

Linhares na vanguarda

Agora é lei em linhares: 0,5% dos royalties do petróleo serão destinados ao Fundo Municipal de Cultura e outros 0,5% para o Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente.

Destino nobre

O deputado Danilo Bahiense (PSL) está propondo ao governo do Estado que use as peças de bicicletas apreendidas (que não foram buscadas por seus donos ou que foram utilizadas em crimes) em cadeiras de rodas ou de banho para serem doadas a pessoas com necessidades especiais.

Novos tempos

Em almoço-palestra ontem na Rede Gazeta, Oscar Motomura, CEO e fundador do Grupo Amana-Key, alertou que o conceito de liderança está mudando: “A ideia de um cara que muda tudo na ponta da pirâmide não existe mais”.

Ética sempre

Motomura destacou também que mesmo no mundo digital, é importante que a ética seja sempre observada. “Inclusive pelos programadores”, ressalta.

Sem vínculo

Gabriella Guimarães Silvério, nomeada para o cargo de coordenador de comissões da Câmara de Vitória, diz que não é mais nora do vereador Nacib Haddad, da Serra.

Queremos paz!

A Assembleia aprovou projeto do deputado Hércules Silveira (MDB) que proíbe a fabricação, venda e comercialização de réplicas de armas no Estado.

Castelo do futuro

O prefeito Luiz Carlos Piassi esteve na USP para discutir com a universidade paulista uma parceria para estruturar a política de desenvolvimento de Castelo para os próximos 50 anos.

Novos dados

A Secretaria de Meio Ambiente de Vitória afirma que estavam errados os dados sobre a cobertura de árvores na cidade que constavam do Portal do Observatório de Indicadores e que foram publicados pela coluna ontem. “Corrigimos no site”, diz o secretário Luiz Emanuel Zouain.

A meta

Segundo ele, a PMV priorizou desde 2017 o plantio de árvores com o objetivo de ser a capital mais arborizada do Brasil. “Hoje temos pouco mais de 34 mil árvores plantadas em vias públicas e o nosso objetivo é chegar a 36 mil.”

O portal

O Portal do Observatório é mantido pela própria Prefeitura de Vitória e, segundo consta no seu site, “é um instrumento de controle social e de suporte à tomada de decisão”. Tem uma equipe de nove pessoas na sua gestão, incluindo engenheiros, pedagogo, jornalista e sociólogo.

Como pode?

Fica a dúvida: com uma equipe tão grande e qualificada, como é possível que dados oficiais tão importantes para a sociedade sejam mantidos por tão longo tempo com informações erradas e imprecisas?

Alô, Brasil!

Pra que ver de novo filme de terror exibido 55 anos atrás?

A Gazeta integra o

Saiba mais
meaípe

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.