ASSINE

Instituição de ensino investe em formação técnica para a indústria 4.0

A tradição do Senai na oferta de cursos garante a experiência e a qualidade, mas não se contrapõe aos avanços tecnológicos

Tempo de leitura: 3min
Publicado em 23/06/2022 às 01h16
Senai; educação profissional; curso profissionalizante; curso técnico
A premissa do Senai é gerar oportunidades e tornar as indústrias mais competitivas com profissionais qualificados. Crédito: Divulgação/Senai

Com uma trajetória de 70 anos no Espírito Santo, o Senai acumula experiência na formação técnica, com cursos de qualidade e que atendem às demandas do mercado capixaba. Mas a tradição não significa comodismo; a instituição está atenta aos avanços tecnológicos, aos novos arranjos econômicos e à chamada indústria 4.0.

O diretor regional do Senai, Cláudio Marcassa, evidencia a premissa da instituição de gerar oportunidades e tornar as indústrias mais competitivas com profissionais qualificados.

“A gente tem contribuído para estimular a inovação e o desenvolvimento socieconômico do Espírito Santo, garantindo para a comunidade uma educação de qualidade, determinante na inserção das pessoas no mercado de trabalho, desde o curso de iniciação ao curso de nível técnico.”

A atuação no mercado capixaba se destaca de tal modo que o Senai alcançou, novamente, o primeiro lugar na categoria “Curso Técnico Profissionalizante” do Recall de Marcas Rede Gazeta.

Na avaliação de Marcassa, o prêmio é resultado de muito trabalho e dedicação.

“É um caminho muito focado, específico e determinado na área de educação profissional e formação de mão de obra para a indústria”.

Ser a marca mais lembrada nesse segmento é uma relação entre a tradição de sete décadas e a busca por atualização nas novas dinâmicas e transformações do setor industrial.

Cláudio Marcassa

Diretor regional do Senai

"Nós acompanhamos e procuramos inclusive estar sempre à frente da indústria para poder qualificar e requalificar pessoas, conforme as necessidades do segmento e do momento"

Marcassa valoriza a metodologia implementada pelo Senai. “Costumo dizer que é a mão na massa. Os cursos do Senai são práticos, tem que colocar a mão na massa para fazer. Isso está sempre ligado às transformações tecnológicas para poder atualizar, rever, implantar cursos, treinamentos e capacitações no nosso portfólio”, destaca.

POSICIONAMENTO

Diante da perspectiva de retomada econômica após mais de dois anos de pandemia, o diretor analisa que o posicionamento do Senai faz parte de um contexto que consolida os aprendizados dos últimos anos.

diretor regional do Senai, Cláudio Marcassa
Cláudio Marcassa destaca que os cursos oferecidos pela instituição estão ligados às transformações tecnológicas. Crédito: Divulgação/Senai

“Nós estamos considerando cada vez mais capacitações para profissionais que já estão trabalhando e querem entrar nas novas tecnologias da indústria 4.0, que compreende a internet das coisas, manufatura enxuta e realidade virtual, como que isso afeta a produtividade e como os trabalhadores têm que se qualificar e requalificar.”

O desafio nesse contexto tecnológico, avalia Marcassa, não é só entrar no mercado de trabalho, mas conseguir se manter. E há ainda os que nem sequer conseguem uma oportunidade devido à falta de qualificação.

“Nós temos vagas abertas, mas temos um contraponto: milhões de desempregados. Estes não se empregam porque não são qualificados. Nós temos que quebrar essa cadeia, esse círculo vicioso e gerar um círculo virtuoso”, sentencia.

Para cumprir essa missão, o Senai conta com unidades de Norte a Sul do Estado. São nove fixas, além das móveis que percorrem o território capixaba, levando conhecimento e educação. “Temos um compromisso com a sociedade e o setor industrial, a razão da nossa existência. É uma relação de comprometimento muito forte”, finaliza o diretor.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Qualificação Profissional Curso Técnico Senai Curso Profissionalizante Recall de Marcas 2022

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.