Rede Meridional promove grandes avanços na saúde dos capixabas

Único hospital certificado com Acreditação Internacional no Estado, o Meridional faz acontecer novo tempo na medicina com a cirurgia robótica

Publicado em 14/08/2020 às 22h11
Atualizado em 14/08/2020 às 23h14
Fachada do Hospital Meridional, em Cariacica
A Rede Meridional é composta por sete hospitais, seis na Grande Vitória e um no Norte do Estado. Crédito: Grupo Meridional/Divulgação

Considerada a maior rede de hospitais privados do Estado e a quarta maior do Brasil, o Meridional consolidou a preferência no segmento, e conquistou, mais uma vez, o 1º lugar na 28ª edição do Recall de Marcas Rede Gazeta, sendo o mais lembrado por 13,13% dos entrevistados.

Para o diretor-médico do Meridional Cariacica, Marcus Vinicius Leitão, essa conquista é o reconhecimento da qualidade dos serviços prestados aos capixabas. Ele cita como exemplo a Acreditação Internacional e a cirurgia robótica, que proporciona elevados níveis de sucesso, mesmo em operações de alta complexidade. “Nosso sonho se tornou realidade: segurança, precisão, menos dores no pós-operatório e recuperação muito mais rápida para os pacientes”, afirma.

Marcus Vinicius Leitão

Diretor-médico do Meridional Cariacica

"Vivemos um novo tempo na medicina, e esse prêmio é mais um incentivo para nós da Rede Meridional, que há tantos anos somos escolhidos pelos capixabas em primeiro lugar quando se fala em hospital. Mais do que agradecer, temos procurado retribuir com a mais avançada qualidade de serviços"

A Rede Meridional é reconhecida como um dos maiores centros transplantadores do Brasil e referência em oncologia, neurologia, cardiologia e procedimentos de alta complexidade.

INTENSIFICANDO CUIDADOS

Com a pandemia do coronavírus no Espírito Santo, a rede intensificou os cuidados e protocolos. Os pacientes com suspeita de infecção por Covid-19 são submetidos a fluxos de atendimento diferentes dos demais casos. São espaços físicos e equipes médicas distintos para garantir a segurança e tranquilidade das equipes médicas e pacientes.

“No atual contexto, nossa maior preocupação é com os pacientes crônicos, portadores de doenças por vezes mais letais que a Covid-19, que deixam de fazer seus acompanhamentos médicos por medo. O isolamento social não deve ser motivo para abandonar exames e tratamentos de doenças crônicas, como as oncológicas, cardiológicas e neurológicas, por exemplo", pontua Marcus Vinicius.

HISTÓRIA

A rede tem sua marcante atuação no Espírito Santo desde 2001, ano da inauguração do Hospital Meridional. Fundado por um grupo de 14 médicos liderados por Antonio Alves Benjamim Neto, sempre manteve o ideal de trazer para o Estado a medicina humanizada com o mais alto nível, sendo pioneira na cultura da qualidade hospitalar e em diversas tecnologias.

Atualmente, a rede é composta por sete hospitais, seis na Grande Vitória e um no Norte do Estado. São eles: Meridional Cariacica, Meridional Serra (antes Hospital Metropolitano), Meridional Praia da Costa, Meridional São Mateus, Hospital São Francisco, Hospital São Luiz e a mais recente aquisição, Maternidade Santa Lúcia. Conta com 670 leitos e 170 Utis e grandes investimentos estão previstos em todas as unidades nos próximos meses.

Para 2021, Marcus Vinicius diz que umas das novidades previstas é a reestruturação da Maternidade Santa Úrsula, que será batizada como Meridional Vitória. O espaço vai ganhar o status de hospital Nível A na Capital, e vai contar com a oferta de diversos serviços. O projeto será o mais completo hospital do Estado, e referência nacional em alta complexidade.

Também está programada a expansão da Rede Meridional para novas cidades do Espírito Santo, um novo plantão 24 horas vai garantir atendimento para casos de oftalmologia e laringologia, e bairros da Região Metropolitana vão ganhar consultórios ambulatoriais.

Recall 2020

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.