Presidente do Uruguai diz que se vacinará "quando chegar a minha vez"

A vacinação no Uruguai está prevista para começar em março, com doses dos imunizantes produzidos pelos laboratórios Pfizer e Sinovac

Publicado em 22/02/2021 às 17h21
Atualizado em 22/02/2021 às 17h21
O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou
O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou. Crédito: Reprodução Twitter

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, se pronunciou nesta segunda-feira (22) sobre a imunização contra a Covid-19 em seu país. Ao ser perguntado quando tomaria a injeção, ele respondeu "quando chegar a minha vez e com a vacina que houver", segundo o jornal El País

A declaração foi feita durante a inauguração de uma Unidade Agroalimentar Metropolitana. De acordo com o serviço em espanhol da Deutsche Welle, a vacinação no Uruguai está prevista para começar em março, com doses dos imunizantes produzidos pelos laboratórios Pfizer e Sinovac.

O mandatário também afirmou que não estará entre os primeiros a receberem a injeção e que seguirá o plano do governo. O El País diz que o programa prevê vacinar primeiramente 80 mil pessoas da área da saúde, 25 mil idosos e cerca de 60 mil trabalhadores da área da educação.

O Uruguai soma 52,8 mil casos de Covid-19 e 574 mortes, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins (EUA).

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.