ASSINE

Humanização e tecnologia em prol da qualidade de vida na melhor idade

Operadora de saúde MedSênior foca em acolhimento e inovação para proporcionar saúde e bem-estar aos pacientes

Tempo de leitura: 3min
Publicado em 17/12/2021 às 03h20
Fachada do Hospital Medsênior
Há 11 anos a MedSênior aposta na medicina preventiva  . Crédito: Medsênior/Divulgação

Humanização e inovação são duas palavras que caminham juntas na MedSênior. O paciente que chega às unidades da operadora de saúde é acolhido pelo nome, de forma personalizada, e as informações sobre ele ficam reunidas em um prontuário eletrônico, por meio de inteligência artificial, o que permite o acesso aos dados de modo rápido e seguro.

Com tantos investimentos em tecnologia e na atenção e cuidado exclusivos à terceira idade, a MedSênior foi escolhida pelo público da pesquisa Marcas de Valor 2021 como a melhor operadora no segmento “Plano de Saúde”.

“Esse reconhecimento nos traz alegria, confiança e vontade de trabalhar mais em prol da terceira idade, porque é o resultado de tudo que estamos fazendo. Sabemos da seriedade e credibilidade do prêmio Marcas de Valor, e isso nos dá a certeza de que, de fato, estamos no caminho certo para investir ainda mais na qualidade de vida dos pacientes”, afirma o presidente da operadora, Maely Coelho. Ele acrescenta que a MedSênior criou um laboratório de inovação para desenvolver soluções em saúde que beneficiem os idosos: o Medicine Innovation Lab (MIL).

HI-TECH

E a inovação está presente no hospital, nas clínicas, nos programas de prevenção e nos sistemas que apoiam o trabalho da equipe médica, tudo para melhorar a assistência e a qualidade de vida da terceira idade.

Um paciente internado no Hospital MedSênior, por exemplo, é monitorado por um sistema de checagem beira-leito que funciona em tempo real. E, para garantir mais acolhimento e atenção, ele também participa de encontros virtuais com os familiares, por meio de tablets conectados às smart TVs dos apartamentos e de cada box de UTI.

A unidade conta com 105 leitos, sendo 29 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), três centros cirúrgicos para procedimentos de alta complexidade, pronto-socorro com atendimento clínico e ortopédico 24 horas e laboratório próprio.

Inclusive, a tecnologia existente no laboratório possibilitou que a MedSênior se tornasse o primeiro hospital privado do Estado a realizar os próprios testes de sorologia e PCR para detecção da Covid-19, sem precisar enviar as amostras para análise e validação externa.

A telemedicina foi outra inovação importante para enfrentar a pandemia, exigindo que o serviço fosse de fácil adaptação por parte dos idosos, com rápido acesso e sem complexidade. Além disso, foi criada uma ferramenta digital para a venda de planos de saúde e viabilizada a emissão on-line de laudos e receitas médicas. A MedSênior também disponibilizou um canal de atendimento 24 horas para orientar os clientes no enfrentamento à Covid-19.

DIABETES

Os investimentos em tecnologia e na qualidade de vida não param por aí. A MedSênior desenvolve um aplicativo para monitorar pacientes com quadro de diabetes grave. O Programa Prime acompanha diariamente o estado de saúde daqueles que possuem alguma descompensação, com risco de sequelas irreversíveis.

O usuário recebe, por meio da ferramenta, todas as orientações necessárias para manter a doença controlada, desde informações de cunho nutricional e alimentar, mental e psicológico até aquelas relacionadas à atividade física e à importância do uso correto das medicações e do controle da glicemia.

Maely Coelho

Presidente da MedSênior

"Fizemos um projeto-piloto com 55 pacientes e conseguimos melhorar muitos quadros. Em 2022, vamos entrar fervorosos no combate ao diabetes para melhorar a qualidade de vida dos beneficiários"

MEDICINA PREVENTIVA

Para garantir bem-estar e autonomia à terceira idade, há 11 anos a MedSênior também aposta na medicina preventiva. São realizadas oficinas de saúde com objetivos terapêuticos, que buscam minimizar o agravamento de doenças comuns do envelhecimento e até mesmo retardar o seu aparecimento. Há também encontros nas áreas do artesanato, de incentivo à atividade física, de exercício do cérebro e alimentação saudável, entre outros.

“Cuidamos dos nossos clientes desde a contratação dos funcionários para atendê-los. Queremos que eles se sintam acolhidos e abraçados desde a porta de entrada”, afirma o presidente da MedSênior, cuja meta é alcançar um milhão de vidas até 2030.

Além do Espírito Santo, a MedSênior está presente em Minas Gerais, Paraná, Brasília, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, e pretende continuar com o plano de expansão.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Marcas de Valor

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.