ASSINE

Vitória e Serra vão em busca do sonho da Série C do Brasileirão

A partir deste sábado (04), Vitória e Serra representam o Espírito Santo na Quarta Divisão do futebol nacional

Publicado em 03/05/2019 às 18h29

Desde 2009 o futebol capixaba amarga a incômoda Série D do Campeonato Brasileiro, mas uma vez ao ano o sentimento de frustração dá lugar a esperança. A partir deste sábado (04), Vitória e Serra representam o Espírito Santo na Quarta Divisão do futebol nacional e o sonho do acesso à Série C fica vivo mais uma vez no coração dos torcedores. 

Série D: os técnicos Valdir Bigode, do Vitória, e Gian Rodrigues, do Serra. Crédito: Alberto Gonçalves/Vitória e Rafael Chaves/Serra
Série D: os técnicos Valdir Bigode, do Vitória, e Gian Rodrigues, do Serra. Crédito: Alberto Gonçalves/Vitória e Rafael Chaves/Serra

O centenário Vitória tem uma longa história de participações em Campeonatos Brasileiros, mas há 13 anos o clube não disputava ao menos uma das divisões. Hoje, às 16h, no estádio Kleber Andrade, contra o Sobradinho-DF, o Alvianil de Bento Ferreira retorna à competição.

E essa volta coincide com o melhor momento vivido pelo clube, na última década. Campeão da Copa Espírito Santo no ano passado, o Vitória manteve uma base e, no último final de semana levantou a taça do Campeonato Capixaba pela 10ª vez em sua história. Esse título pelo menos garantiu mais uma participação no torneio nacional do ano que vem, caso não conquiste o acesso para a Série C.

Já o Serra, campeão capixaba em 2018, chega à Chave A13 da Série D com nove contratações até o momento, em sua grande maioria vindas do futebol mineiro, de onde também veio a nova comissão técnica, capitaneada por Gian Rodrigues. O Tricolor Serrano estreia neste sábado (04) contra o Brasiliense, em partida que acontece às 15h30, no Serejão (DF).

O tempo de treinamento foi considerável, com cerca de um mês antes da competição, o que possibilitou ao técnico o tempo necessário pra implementar o seu sistema de jogo. O elenco do Serra está mais forte em relação ao time que disputou o Capixaba 2019. A chegada de atletas de fora do Espírito Santo promoveu uma mudança de mentalidade em quem já estava no elenco. Jogadores começaram a evoluir técnica e fisicamente para não perder posição e a competitividade nos treinos aumentou. 

Regulamento

De acordo com o regulamento do torneio, na primeira fase, as equipes se enfrentam em jogos de ida e volta dentro da chave. Classificam-se todos os líderes dos 17 grupos, além dos 15 melhores segundos colocados, em soma de 32 clubes. A partir desta etapa, a competição é disputada em sistema de mata-mata, com mais cinco fases até a definição do título. 

Vitória  

Elenco do Vitória treinou no Kleber Andrade para a partida deste sábado (04) contra o Sobradinho-DF. Crédito: Sidney Novo
Elenco do Vitória treinou no Kleber Andrade para a partida deste sábado (04) contra o Sobradinho-DF. Crédito: Sidney Novo

Elenco 

Goleiros: Harrison e Pedro.

Laterais: Emerson, Watson, Cássio e Thainler.  

Zagueiros: Ferrugem, Léo Breno, Léo Alves, João Vitor, Dante e Wellington Reis.

Volantes: Igor Pimentel, Rodrigo César, Thiago e Nick. 

Meias: Carlos Vitor, Marcinho, Henrique e Alessandro. 

Meias: Carlos Vitor, Marcinho, Henrique e Alessandro. 

Atacantes: Rafael Pernão, Bruno Lopes, Tauã, Vitinho, Vitinho Costa, Jarles Baiano, Hércules, Iedo e Kaio. 

Time-Base   

Harrison; Watson, Ferrugem, Léo Breno e Emerson; Thiago, Nick e Carlos Vitor; Rafael Pernão, Bruno Lopes e Tauã. 

Técnico

Para dirigir o clube na Série D, a diretoria acertou com o ex-atacante Valdir Bigode, que no Campeonato Carioca dirigiu a Cabofriense.  

Adversários

Sobradinho-DF: Adversário da estreia, o Sobradinho retorna ao Campeonato Brasileiro após sete anos, com do título do Brasiliense 2018. Porém, esse ano, no Distrital, o Leão da Serra não repetiu a mesma campanha e caiu nas quartas de final. Para a Série D, o time do Distrito Federal se reforçou com jogadores dos rivais Real e Paracatu.

Caldense-MG: Sempre no caminho dos times capixabas na Série D, a Caldense chega mais uma vez à competição nacional após uma boa campanha no Mineiro 2018. Esse ano, a Veterana caiu nas quartas de final do Estadual. Para a competição nacional, o clube mineiro fechou uma parceria com um grupo de empresários do interior paulista que emprestou 17 jogadores e a comissão técnica para formar o elenco.

Portuguesa-RJ: Apesar dos seus 94 anos de fundação, a Portuguesa Carioca faz a sua estreia na Série D do Brasileiro em 2019. O time da Ilha do Governador garantiu a vaga na competição após uma boa campanha no Estadual do ano passado. Para a Quarta Divisão, a Portuguesa se reforçou com jogadores dos times menores do Rio, incluindo o Resende, de onde veio o treinador Edson Souza. 

Serra 

Tricolor Serrano se preparou para fazer bonito na Série D do Campeonato Brasileiro

Elenco

Goleiros: Walter, Leandrão e Erick.

Laterais: Paulinho, Peu, João Vitor e Gilmar Baiano.

Zagueiros: Aislan, Rodrigo Lacraia, Marquinhos e Talyssom.

Volantes: Caetano, Alemão, Yuri Ferraz e Betinho. 

Meias: Guilherme Pitty, Joelson, Igor, Diego Noronha, Canário e Mauri.

Atacantes: Madison, Tony, Diego Alves, Lessinho e Rodrigo Pardal.

Time-Base

Walter; Paulinho, Aislan, Rodrigo Lacraia e Peu; Caetano, Alemão e Guilherme Pitty; Rodrigo Pardal, Lessinho e Madison. 

Técnico

O treinador da equipe é Gian Rodrigues, de 47 anos. Ele foi contratado junto ao Guarani de Divinópolis-MG, de onde trouxe alguns atletas de confiança, como os goleiros Leandrão e Erick, e os volantes Alemão e Yuri Ferraz. 

Adversários

Brasiliense-DF: O Brasiliense, que se classificou para a Série D deste ano após ter sido vice-campeão candango no ano passado, repetiu a dose este ano e novamente ficou em 2º lugar no Estadual, após ser derrotado no placar agregado pelo Gama (3 a 1 e 2 a 2). Chegaram ao clube o meia Jullen Sandy (ex-Capital), os volantes Yves (ex-Capital) e David Manteiga (ex-Paracatu) e o lateral-esquerdo China (ex-Real). Além deles, o meia Fabinho, que estava emprestado ao Nacional-AM, está de volta ao Jacaré.

Ituano-SP: Chegou à Série D porque foi o 3º melhor time paulista no Estadual 2018 sem vaga nas Séries A, B e C, terminou na 9ª posição geral do Campeonato Paulista deste ano, sendo eliminado pelo São Paulo no mata-mata. Destaque da equipe e revelação do Paulistão, o atacante Martinelli, de apenas 17 anos despertou o interesse do Arsenal, da Inglaterra, mas até o momento segue no clube. Os reforços que chegaram são o zagueiro Gualberto, os atacantes Adilson e Luizinho e os meias-atacantes Maycon e Marquinho.

URT-MG: Chegou à Série D deste ano ao ser o melhor time mineiro no Estadual 2018 sem vaga nas Séries A, B e C. Só que neste ano a equipe quase foi rebaixada, ficando em 10º lugar. O clube promoveu mudanças para a disputa da Quarta Divisão nacional. Chegaram ao clube, além do técnico Rodrigo Fonseca, os zagueiros Henrique Mota e Léo Gregório, os laterais Jean Rodrigues e Júlio Lopes, o volante Murilo Pulino, o meia Mirrai e os atacantes Ingro, Pedro Tonzar e Michel Renner.

A Gazeta integra o

Saiba mais
futebol serra vitória

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.