ASSINE

Gols, assistências, utilização da base, viradas e mais: veja todos os números do Fluminense na temporada

LANCE! faz levantamento sobre gols no final, jogadores que mais atuaram, rendimento em clássicos e jogos como mandante e visitante do Tricolor ao longo de 2020/21...

Publicado em 28/02/2021 às 04h00
Atualizado em 28/02/2021 às 07h30
 Crédito: Lucas Merçon/Fluminense FC
Crédito: Lucas Merçon/Fluminense FC

O Fluminense teve uma temporada surpreendente e, apesar das eliminações precoces na Sul-Americana e na Copa do Brasil, chegou às finais do Carioca conquistando a Taça Rio e terminou o Campeonato Brasileiro na quinta posição, com vaga garantida na Libertadores de 2021. Dentre os destaques da campanha, estão os jovens oriundos de Xerém utilizados, as importantes viradas, os artilheiros e os líderes em assistências, entre outros. A seguir, o LANCE! mostra as estatísticas do Tricolor ao longo de 2020/21.

> Matheus Ferraz foi o 25º jogador diferente a marcar pelo Fluminense na temporada; veja a lista

JOGADORES DA BASE

Foi uma grande temporada para Xerém. Não só pelos resultados nas próprias categorias de base, com direito ao título do Brasileirão Sub-17, mas também pelas revelações no profissional. No time titular que encerrou o ano, Marcos Felipe, Calegari, Martinelli e Luiz Henrique foram presenças certas e brigam para seguir o status com o técnico Roger Machado.

No total, foram 23 atletas com passagens por Xerém utilizados. São eles Marcos Felipe, Digão, Igor Julião, Miguel, Pablo Dyego, Marcos Paulo, Wellington Silva, Lucas Barcelos, Matheus Pato, Matheus Alessandro, Gabriel Capixaba, Evanilson, Calegari, André, Luiz Henrique, Daniel, Christian, Wisney, Caio Paulista, Martinelli, Nascimento, John Kennedy e Samuel.

VEJA COMO FICOU A TABELA DO BRASILEIRÃO

VIRADAS

O Fluminense conseguiu algumas viradas determinantes para o rendimento da temporada. Na Copa do Brasil, o Moto Club até saiu na frente, mas perdeu por 4 a 2, e o Figueirense havia vencido o jogo de ida por 1 a 0, mas foi eliminado pelo Flu, que fez 3 a 0 em casa. No Carioca, o Madureira acabou levando uma goleada de 5 a 1 mesmo abrindo o placar. No brasileirão, o Tricolor virou contra Internacional, duas vezes, ambas por 2 a 1, Goiás, vencendo por 4 a 2, Athletico-PR, conseguindo o 3 a 1, e, por fim, no clássico com o Flamengo, com gol de Yago Felipe para fazer 2 a 1 no fim.GOLS EM CLÁSSICOS

Quem mais fez a diferença nos clássicos foi o atacante Evanilson, com quatro gols marcados. Depois dele, Nenê e Wellington Silva, com três cada, e Luccas Claro, com dois, foram decisivos. Fernando Pacheco, Gilberto, Michel Araújo, Dodi, Fred, Digão e Yago Felipe e Lucca balançaram a rede uma vez. Ainda teve um gol contra.

Com relação aos resultados contra os rivais, esta foi a melhor campanha desde 2012. O aproveitamento ficou em 54,2%, enquanto o do ano em que o clube das Laranjeiras foi campeão do Brasileiro e do Carioca pela última vez, esse número foi de 61,5%. O Tricolor perdeu apenas para o Fla, em quatro oportunidades, e bateu o Rubro-Negro em outras duas, além de um empate. Além disso, venceu o Vasco em dois jogos e empatou um. Com o Botafogo, foram três vitórias e três empates.

GOLS NO FIM

Os gols na reta final das partidas ajudaram o Fluminense a garantir alguns pontos ao longo da temporada, como na vitória por 1 a 0 contra a Cabofriense, por 2 a 1 com o Corinthians (ambos de Nenê), a virada no clássico com o Flamengo por 2 a 1 (Yago Felipe) e os empates por 2 a 2 com o Ceará (Danilo Barcelos) e por 3 a 3 contra o Coritiba (Caio Paulista). Houve momentos também que o gol apenas diminuiu a derrota, como frente a Flamengo (Digão) e Atlético-GO (Felippe Cardoso), ambos por 2 a 1.

O jogador com mais tempo em campo foi o meia Nenê, com 4330 minutos. Ele vem seguido pelo goleiro Muriel (4174 minutos), os defensores Nino (4050 minutos), Egídio (3917 minutos) e Luccas Claro (3908 minutos), além dos meio-campistas Hudson (3481 minutos), Yago Felipe (3356 minutos) e Dodi (2985 minutos), que deixou o clube em dezembro. Completam o ranking do top-10 os atacantes Marcos Paulo (2656 minutos) e Michel Araújo (2426 minutos).

ARTILHARIA

Como o L! já mostrou, o zagueiro Matheus Ferraz foi o 25º jogador diferente do Fluminense a marcar um gol na temporada. Ele fica ao lado de Hudson, Fernando Pacheco, Dodi, Ganso, Danilo Barcelos, Samuel e Gabriel Capixaba, com um gol. Nenê é o líder da artilharia, com 20. Depois dele, vem Evanilson (9), Marcos Paulo (8), Luccas Claro e Wellington Silva (6), Fred (5), Nino (4), Gilberto, Felippe Cardoso, Yago Felipe, Caio Paulista, Martinelli e Lucca (3), além de Michel Araíjo, Digão, John Kennedy e Luiz Henrique (2). Houve quatro gols contra também.

O momento do jogo que o Flu mais balançou a rede foi entre os 30 e os 45 minutos do segundo tempo, com 21 gols. Depois, entre os 20 e 30 minutos da segunda etapa, com 17, e, ainda após o intervalo, foram 11 gols entre 10 e 20 minutos e oito antes disso. Já na etapa inicial, são nove gols até os 10 minutos, oito de 10 aos 20 minutos, cinco entre 20 e 30 minutos e 13 entre 30 e 45.

MAIOR GARÇOM

O Fluminense teve bons números como mandante na temporada, terminando, inclusive, como terceiro melhor mandante do Campeonato Brasileiro. No total, foram 33 jogos em casa, sendo 18 vitórias, oito empates e sete derrotas. Foram 56 gols marcados e 26 sofridos. Como visitante, a equipe ficou em quinto lugar fora de casa no Brasileirão. Em todo ano, foram 29 partidas, sendo 12 vitórias, sete empates e 10 derrotas, com 38 gols feitos e 36 sofridos.

COMO FICA O ELENCO

O Fluminense deverá ter poucas mudanças do elenco que disputou esta temporada para a próxima. Daqueles que tinham contratos mais curtos, Caio Paulista irá renovar o vínculo, enquanto Felippe Cardoso já retornou ao Santos e Hudson vai se reapresentar ao São Paulo. Já Wellington Silva, que ficaria até junho, está em processo final de negociação com o Gamba Osaka, do Japão, e Marcos Paulo tem pré-contrato com o Atlético de Madrid.

Com relação a reforços, o Flu já tem acertados o lateral-direito Samuel Xavier e o zagueiro Rafael Ribeiro. Além deles, o clube pretende ir atrás de reforços pontuais para a lateral-esquerda, um volante, um atacante de velocidade e um centroavante.

fluminense

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.