Fluminense confirma contratação de Roger Machado para a próxima temporada

Treinador chega para liderar a equipe na Libertadores, substituirá Marcão no comando da equipe e já iniciou os trabalhos no CT Carlos Castilho...

Publicado em 23/02/2021 às 14h57
Atualizado em 23/02/2021 às 18h01
 Crédito: Lucas Merçon/Fluminense FC
Crédito: Lucas Merçon/Fluminense FC

Enfim, oficial. O Fluminense confirmou, nesta terça-feira, o acerto com Roger Machado para a próxima temporada. O treinador foi ao CT Carlos Castilho para se reunir com o presidente Mário Bittencourt e o diretor executivo de futebol, Paulo Angioni. Lá, ele foi apresentado a alguns profissionais do clube. Representante da nova geração, Roger é aposta do Tricolor. Relembre o perfil traçado pelo LANCE!.

> Os melhores! Confira a Seleção do Brasileirão eleita pela redação do LANCE!

Roger assume a equipe já no próximo sábado, poucos dias após o término do Campeonato Brasileiro, na quinta-feira. Neste dia, ele será oficialmente apresentado e dará mais detalhes sobre o contrato e a equipe de trabalho. O comandante irá ao Maracanã para assistir o duelo contra o Fortaleza, às 21h30, quando Marcão ainda estará à frente do time.

O acerto já estava encaminhado desde o início do mês. O contrato do treinador será de dois anos. Marcão, vale lembrar, é parte da comissão técnica permanente e assumiu a vaga após a saída de Odair Hellmann para os Emirados Árabes.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃOAos 45 anos, Roger estava sem clube desde que foi demitido do Bahia em setembro de 2020. Não é a primeira vez que o treinador de 45 anos entrou no radar do Fluminense. O presidente Mário Bittencourt já havia sondado a situação de Roger antes do acerto com Odair Hellmann. Além disso, Pedro Abad, mandatário anterior, também gostava do nome, mas não conseguiu fechar na época.

Roger Machado tem história no Fluminense. Gaúcho, ele encerrou a carreira como jogador pelo clube carioca em 2008. Entretanto, seu nome está marcado pelo gol do título da Copa do Brasil, em 2007. Foram 123 jogos e 10 gols marcados entre 2006 e 2008. A identificação com o Flu, aliado à possibilidade de trabalho com os jovens, algo imprescindível no Tricolor, pesaram a favor do treinador.

Como treinador, Roger teve passagens por Juventude, Novo Hamburgo, Grêmio, Atlético-MG e Palmeiras antes de chegar ao Bahia. Ele conquistou os títulos do Campeonato Mineiro de 2017 pelo Galo e o bi-campeonato baiano, em 2019 e 2020.

fluminense

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.