ASSINE

Jovem é morto com mais de 15 tiros em Vila Velha

De acordo com a polícia, Welvison Nascimento dos Santos foi morto por engano ao se identificar como sendo uma pessoa que o grupo de criminosos estava procurando

Publicado em 03/02/2019 às 20h30
Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, em Vitória. Crédito: Fernando Madeira
Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, em Vitória. Crédito: Fernando Madeira

Um rapaz identificado como Welvison Nascimento dos Santos, de 18 anos, foi morto com mais de 15 tiros na tarde deste domingo (3), por volta das 15 horas, na Avenida Colatina, em Riviera da barra, em Vila Velha. Um adolescente de 16 anos ficou ferido.

De acordo com o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), os suspeitos chegaram em um carro e uma moto e chamaram por uma pessoa. De brincadeira, Welvison disse que era a pessoa procurada pelo grupo e foi morto na hora. O adolescente foi atingido por um disparo nas costas e um no pé. Ele foi socorrido para o Hospital São Lucas, em Vitória. Não há informações sobre o estado de saúde dele. 

A região onde aconteceu o crime, segundo a polícia, é conhecida pelo fluxo de tráfico de drogas. A motivação do crime será investigada. A família da vítima afirma que Welvison não tinha envolvimento com drogas. O corpo dele foi levado ao

(DML) de Vitória. 

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que até o momento nenhum suspeito foi detido. O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, e outras informações não serão passadas, no momento, para não atrapalhar o andamento das investigações.

"A Polícia conta com a colaboração da população e qualquer contribuição para identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, o sigilo e anonimato são garantidos. No site, é possível a pessoa anexar imagens e vídeos de ações criminosas. No ano de 2018, o serviço do Disque-Denúncia ajudou a levar 896 criminosos para a cadeia", finalizou a nota.

 

A Gazeta integra o

Saiba mais
crime

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.