ASSINE

Idoso de 78 anos é preso acusado de assédio dentro do Transcol

Desde outubro do ano passado, a importunação sexual - como o assédio a mulheres no ônibus - passou a ser crime e resulta em prisão de um a cinco anos

Publicado em 03/04/2019 às 15h40
Ceturb testa coletivo maior para o sistema Transcol. Crédito: Internauta
Ceturb testa coletivo maior para o sistema Transcol. Crédito: Internauta

Um idoso de 78 anos foi levado para o presídio após ser preso na noite de terça-feira, por assediar uma passageira dentro de um ônibus do sistema Transcol, na orla da Praia de Camburi, em Vitória. A vítima seguia para casa no coletivo da linha 508 (Terminal de Vila Velha x Terminal de Laranjeiras), quando sentiu o suspeito tocar o seio dela, enquanto manipulava o órgão genital.

A vítima relatou que estava sentada no meio do ônibus, próximo à janela e ao lado dela estava uma outra passageira. Já o idoso sentou-se na poltrona da frente. De acordo com a mulher, durante todo o percurso do ônibus, o idoso ficava olhando para ela, a encarando.

Na altura da Praça dos Namorados, em Vitória, a mulher que estava ao lado dela desceu do coletivo. Imediatamente,  o idoso aproveitou para ocupar o espaço vago ao lado da vítima. Enquanto passavam pela Avenida Dante Michelini, ela sentiu que o cotovelo direito do suspeito estava encostando no seio dela e que com a mão do mesmo braço, o idoso tocava o próprio órgão genital.

Em depoimento, a vítima relata que chegou a pensar que fosse o balanço do ônibus que estava provocando a situação e tentou se afastar do idoso. Porém, o coletivo parou de balançar e que, mesmo assim, o suspeito continuava praticando o ato.

Incomodada com a situação, a vítima disse que se levantou e pediu ao suspeito que a deixasse passar. Foi então, que  o idoso a tocou mais uma vez. Assustada, ela descreveu que começou a chorar e foi amparada por outros passageiros.

Na entrada do bairro Jardim Camburi, os passageiros viram uma viatura da Polícia Militar e pediram ajuda aos militares.  O acusado ainda tentou fugir, mas foi impedido pelas testemunhas. O suspeito foi levado para a 1ª Delegacia Regional em Vitória.

Na delegacia, o idoso negou o crime e foi autuado por importunação sexual e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. Na Audiência de Custódia, o acusado foi solto após pagar uma fiança de R$ 1 mil. 

LEI

Desde outubro do ano passado, a importunação sexual - como o assédio a mulheres no ônibus – passou a ser crime e resulta em prisão de um a cinco anos. Antes era uma contravenção penal punida apenas com multa.

A Gazeta integra o

Saiba mais
assedio crime ônibus transcol

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.