ASSINE

Produtor rural reage e mata dois suspeitos de assalto no ES

A ocorrência policial aconteceu neste sábado (11), em Boa Esperança, na Região Noroeste do Estado

Publicado em 12/01/2020 às 11h18
Atualizado em 12/01/2020 às 16h09
Viatura da Polícia Militar. Crédito: Fernando Madeira
Viatura da Polícia Militar. Crédito: Fernando Madeira

Um assalto a uma propriedade rural localizada no município de Boa Esperança, na Região Noroeste do Estado, terminou com dois suspeitos mortos na noite deste sábado (11).

O caso foi registrado por volta das 19h30, na Comunidade de Córrego da Cachoeirinha. De acordo com a Polícia Militar, uma equipe foi ao local e, ao chegar na propriedade, já encontrou os suspeitos mortos.

Aos militares, o dono da propriedade contou que estava assistindo televisão com o filho, quando a esposa foi rendida por dois homens encapuzados. Um dos suspeitos anunciou o assalto e, agindo com violência, apontou uma arma na direção da cabeça da mulher.

Ainda segundo o proprietário, ele e o filho entraram em luta corporal com o suspeito que estava armado e os três acabaram caindo no chão. Nesse momento, o suspeito realizou um disparo que não atingiu ninguém. O proprietário então pediu ao filho que buscasse sua arma, que estava guardada.

Ainda durante a confusão, o suspeito que estava armado tentou disparar novamente contra o produtor rural, que colocou o dedo no guarda mato do revólver, impedindo que o homem efetuasse o disparo. Ele chegou a fraturar o dedo durante a ação.

O proprietário contou aos policiais que, assim que recebeu a arma do filho, continuou lutando com o suspeito dentro da residência, saindo para a varanda. Foi quando o segundo homem também entrou em luta corporal com ele. Neste momento, segundo o produtor rural, foram fetos os disparos que acertaram os suspeitos, que, mesmo baleados, tentaram fugir, mas morreram no local.

A Polícia Militar isolou a área e acionou a perícia da Polícia Civil. Os corpos foram levados para o Serviço Médico Legal (SML). Já o proprietário e o filho foram levados para o Hospital Cristo Rei, em Boa Esperança. Após receber atendimento médico, os dois foram levados para a Delegacia de Polícia de Plantão para prestarem depoimento.

Ainda segundo a Polícia Militar, a arma usada pelos suspeitos foi apreendida no local.  O outro revólver, usado pelo produtor rural, foi entregue aos militares, que constataram ainda que a validade do registro estava vencida. O caso será investigado pela Polícia Civil.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.