ASSINE

Quadrilha rouba caminhão de café e faz motorista de refém na Serra

Os dois bandidos que agiram no crime fazem parte de uma quadrilha especializada em roubos, segundo polícia; placa da carreta já estava adulterada quando veículo foi recuperado na manhã deste sábado (3)

Publicado em 03/08/2019 às 17h18
 . Crédito: Carlos Alberto Silva
. Crédito: Carlos Alberto Silva

Um motorista de 64 anos foi feito refém e teve uma carga de 30 toneladas de café roubada, avaliada em R$200 mil, por dois bandidos na noite da última sexta-feira (2) na BR 101, na Serra. A carreta com a mercadoria foi recuperada pela polícia na manhã deste sábado. Os assaltantes ainda não foram presos. 

O delegado responsável pela investigação, Gabriel Monteiro, contou que o motorista fazia a rota Nova Venécia- São Paulo. Por volta das 21h, quando ele parava em um posto de combustível, na Serra, dois bandidos o renderam e levaram para um matagal, cerca de 3 km do local. 

"Eles mandaram o motorista para a parte traseira da cabine e amarraram uma toalha no olho dele, para que ele não pudesse ver para onde estavam indo. Após passar o pedágio, na BR 101, eles pararam próximo de um matagal. Um dos bandidos seguiu com a carreta e o outro ficou vigiando a vítima", disse o delegado.

O motorista foi feito refém por aproximadamente 5 horas. Ele só foi liberado por volta das 2 da manhã deste sábado. 

Motorista, 64 anos

Foi horrível, muita pressão, eu achei que eles fossem me matar

Após ser liberado, o motorista seguiu para o DPJ da Serra, onde registrou boletim de ocorrência (BO). O Departamento Especializado em Investigações Criminais (DEIC) foi acionado e iniciou as buscas pela carreta e a carga roubada.

 

 . Crédito: Carlos Alberto Silva
. Crédito: Carlos Alberto Silva

RECUPERAÇÃO DA CARGA 

As 30 toneladas de café, assim como a carreta que transportava a carga, foram recuperadas pela Delegacia Especializada de Crimes Contra os Transportes de Cargas (DCCTC) na manhã deste sábado (03). De acordo com a polícia, foram utilizadas imagens de videomonitoramento da BR 101 para verificar o trajeto feito pelos bandidos após o roubo. 

A carroceria do caminhão com a carga foi encontrada abandonada em Serra Dourada, na Serra, em um local deserto, por volta das 6h. Mais tarde, a polícia também localizou a cabine do caminhão, que já estava com a placa adulterada, em Guarapari. Ninguém foi preso. 

QUADRILHA ESPECIALIZADA

A polícia acredita que o roubo foi planejado por uma quadrilha especializada, principalmente pelo volume da carga e a forma como os bandidos atuaram. O delegado ainda investiga a ligação dos bandidos deste crime com uma quadrilha que teve vários integrantes presos este ano e era responsável por cerca de 90% dos roubos de carga no Espírito Santo. 

"No ano passado começamos a investigar uma quadrilhava que atuava em diversos roubos no Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Desde janeiro, conseguimos prender 10 pessoas deste grupo, o que diminuiu drasticamente este crime no Estado. Mas ainda há 8 pessoas foragidas, que podem ter participado deste crime na sexta-feira. Estamos trabalhando na identificação dos suspeitos para investigar se há alguma relação", declarou o delegado Gabriel Monteiro.

Segundo o delegado, no ano passado foram registrados 60 casos de roubo de cargas no Estado. Após a prisão de vários integrantes desta quadrilha, que é apontada pela polícia como a principal responsável pelos roubos, os crimes caíram. Neste ano, apenas 4 foram registrados.

 

A Gazeta integra o

Saiba mais
br 101 dinheiro serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.