ASSINE

Entorno do Mercado da Capixaba será impulsionado por revitalização

Atualmente o entorno do Mercado da Capixaba conta com mais de 30 lojas vazias. A expectativa é que esses comerciantes retornem ao local

Publicado em 25/07/2019 às 21h24
Mercado da Capixaba, Vitória. Crédito: Patrícia Scalzer
Mercado da Capixaba, Vitória. Crédito: Patrícia Scalzer

Um dos marcos do Centro de Vitória, o histórico prédio do Mercado da Capixaba tem previsão para ser reformado a partir do início de 2020 e deve se firmar como centro cultural e gastronômico. A expectativa é que essa restauração impulsione também o desenvolvimento de todo entorno do local, entre as avenidas Jerônimo Monteiro e a Princesa Isabel. Atualmente, a região do entorno do prédio mais de 30 lojas de portas fechadas, de acordo com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae ES).

No projeto de revitalização, está prevista, inclusive, a criação de rua exclusiva para pedestres, o que promete melhorar a acessibilidade do local. A analista do Sebrae-ES Clébia Pettene acredita que, com a reformulação do Mercado da Capixaba, a tão aguardada revitalização do Centro de Vitória ganha força.

“Nós temos um trabalho muito grande pela frente com essa revitalização do Mercado da Capixaba. E nós esperamos que isso revitalize todo o Centro. Isso vai ser muito fortalecedor para qualquer comerciante do bairro”, destacou.

A analista ainda faz uma projeção sobre a retomada do comércio da área.

“Já mapearam todo aquele entorno e hoje nós temos mais de 30 lojas fechadas. Espera-se com essa revitalização retomar com aquelas pessoas que saíram do Centro para elas voltarem, esse é o objetivo de fazer esse trabalho lá”, afirmou.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV), Leonardo Krohling, destaca que o Mercado da Capixaba como polo cultural e gastronômico vai irradiar melhorias no entorno.

“A revitalização dos pontos comerciais é algo muito importante para a cidade. E agora a gente quer dar uma recuperada nesses polos comerciais. Vou citar o Centro como um exemplo. A prefeitura tem ações estruturantes, ela vai reformar principalmente ali o Mercado da Capixaba, dar uma vida nova para aquele espaço na Jerônimo Monteiro e Princesa Isabel”, finalizou.

EXEMPLO CATARINENSE

O projeto de revitalização do Centro de Vitória pode ter influências de um processo que recuperou uma rua em Florianópolis (SC). O Sebrae-ES promove até essa sexta-feira (26) em Vitória e outras cidades da região metropolitana um ciclo de visitas, reuniões e palestras com a empresária Rose Macedo, que liderou o processo na Rua Vidal Ramos, na capital catarinense, transformando o local antes abandonado em um shopping a céu aberto.

O projeto de revitalização no sul do país se tornou modelo para diferentes lugares do Brasil. A própria empresária Rose Macedo já esteve em outras cidades dividindo suas experiências. Ela afirma que acompanha o cenário no Centro de Vitória e destaca as potencialidades do local:

“Tem muitas ruas que podem ser revitalizadas aqui no Estado. O Mercado da Capixaba vai ser um grande caso de sucesso depois de ser revitalizado”, finalizou.

Selo do Curso de Residência em Jornalismo Rede Gazeta. Crédito: Divulgação
Selo do Curso de Residência em Jornalismo Rede Gazeta. Crédito: Divulgação

A Gazeta integra o

Saiba mais
cbn vitoria centro de vitoria reportagens

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.