ASSINE

Madonna critica incêndios na Amazônia: "Devastação para o Brasil"

Cantora se juntou ao time de artistas que está indo às redes sociais pedir ao presidente Jair Bolsonaro que intervenha e faça alguma coisa para parar com as queimadas na Amazônia

Publicado em 23/08/2019 às 02h45
Atualizado em 26/08/2019 às 02h28
 . Crédito: Reprodução/Instagram @madonna_julia_fan
. Crédito: Reprodução/Instagram @madonna_julia_fan

Madonna se juntou ao time de famosos que criticou a situação da Amazônia, que vem sofrendo com queimadas nos últimos dias. A diva pop e as outras celebridades que se manifestam sobre o caso pedem que o governo tome alguma atitude sobre os incêndios. 

Nesta quinta (22), a loira postou em suas redes sociais uma foto que mostra parte da Amazônia pegando fogo e pede ao presidente Jair Bolsonaro que faça alguma coisa: "Nenhum desenvolvimento econômico é mais importante do que proteger esta terra".

Este vídeo pode te interessar

Na legenda do clique, a cantora continuou: "Os incêndios estão furiosos e a Amazônia continua a arder. Isso é uma devastação para o Brasil - para os povos indígenas que vivem lá e para as espécies de plantas e animais que fazem dela a floresta biológica mais importante! Presidente Bolsonaro, por favor, mude suas políticas e ajude não só o seu país, mas o mundo inteiro. Nenhum desenvolvimento econômico é mais importante do que proteger esta terra. Precisamos acordar! O futuro da floresta tropical afeta o futuro do mundo".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.