ASSINE
E jornalista e cronista

Meu mundo caiu, e os likes do Instagram também!

Os ansiosos por amor, que não vivem dessa publicidade, também estão inconsoláveis com a retirada dos likes

Publicado em 01/08/2019 às 13h19
Instagram abandonou as curtidas visíveis. Crédito: Instagram
Instagram abandonou as curtidas visíveis. Crédito: Instagram

O cronista está aqui a compor a paráfrase para o samba canção da capixaba Maysa. Se pra nossa cantora e compositora o mundo caiu, hora de renovar a queda. Agora, meu like caiu. Com a retirada das curtidas públicas de posts, frequentadores da farra de ostentação do Instagram entraram em polvorosa.

> Ocultação de curtidas mostra qual é o verdadeiro coração do Instagram

O Insta, para íntimos, é a rede social das fotos espetacularmente trabalhadas por filtros, de posts do mundo cor-de-rosa da família margarina, da pobreza glamurizada de um hambúrguer com carne de terceira dando pinta de filé mignon.

O Instagram serve como porta de entrada pro mundo dos negócios virtuais. O que se vende de produtos ali em forma de merchandising é coisa de tirar da dieta a conta corrente de muito pé rapado. Gente que propagandeia marcas sob o manto de recebidos, a famosa permuta, o que nos tempos da pré-história da publicidade chamava-se jabaculê. Jabá para iniciados na arte do toma lá dá cá.

Os ansiosos por amor, que não vivem dessa publicidade, também estão inconsoláveis com a retirada dos likes. Explico para os que não conhecem a rede social: o sujeito posta uma foto na escadaria Maria Ortiz, em Vitória, que considera digna de red carpet do Oscar, e espera o número de curtidores do seu post. Quanto mais likes a pessoa tem, ela imagina, mais é amada e merece o troféu máximo da admiração. Agora, só o dono do perfil tem acesso ao número de admiradores, o resto do povão não poderá mais ver a soma do quadrado dos catetos que resultará na hipotenusa do milhão de amigos.

Mágoa geral, decretou dona Carência, essa senhora que precisa do polegar pra cima em sinal de consentimento. Os coraçõezinhos do Instagram estão escondidos dos meus seguidores, ninguém mais saberá quantos no mundo me amam, mesmo sem nunca tê-los mirado no cara a cara do mundo real. Meu mundo de likes caiu, ó céus!

Este vídeo pode te interessar

A comunicação via redes sociais recriou um círculo de dependência da atenção e carinho alheios que causa susto. Se você é do tipo que quer as curtidas em forma de coração de volta, chore pitangas com o Instagram porque titio cronista aqui não faz questão de amor falsamente correspondido.

A Gazeta integra o

Saiba mais
instagram redes sociais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.