ASSINE

Primavera: 4 dicas de decoração para deixar a casa com a cara da estação

Profissionais do arqdecor explicam que pequenas mudanças, como a troca da capa de almofadas e outros pequenos itens do lar, são capazes de trazer a energia e a explosão de alegria da nova estação

Publicado em 23/09/2019 às 12h34
Projeto de Cristiane Schiavoni. Crédito:  Carlos Piratininga
Projeto de Cristiane Schiavoni. Crédito: Carlos Piratininga

Cores, flores e dias ensolarados. A primavera chega com o seu frescor e alegria nas ruas que ficam mais delicadas e coloridas com seus Ipês brancos e amarelos. Dentro de casa, vale apostar em pequenas mudanças para que o astral da estação também contagie a decoração e a energia do seu lar. Inspirados na nova estação, as arquitetas Cristiane Schiavoni, Cris Paola, Danielle Dantas e Paula Passos compartilham suas experiências sobre como deixar o décor com o clima primaveril.

Quando se fala em decorar a casa para uma determinada estação do ano, vale ressaltar que não é necessário modificar a infraestrutura com quebra-quebra, mas sim trocar ou modificar objetos e até mesmo mudar a cor da parede de algum ambiente. Como a primavera tem uma maior incidência de sol, é preciso buscar materiais mais frescos e leves para deixar a casa bem fresquinha. Acompanhe as dicas:

 

Projeto: Cris Paola . Crédito: Hamilton Penna
Projeto: Cris Paola . Crédito: Hamilton Penna

1 - Guarde peças e objeto com texturas pesadas:

Chegou a hora de guardar todas as peças quentinhas que foram usadas no inverno, como mantas e tapetes. Para que esses itens se mantenham conservados e organizados até o próximo ano, a dica da arquiteta Cris Paola é embalar. “Use sacos a vácuo, pois são perfeitos para economizar espaço nos armários, organizar e proteger as peças do pó”, ressalta.

No mercado pode ser encontrado dois tipos de sacos: aqueles que demandam o auxílio de um aspirador ou a versão que remove o ar com as próprias mãos. “Ambos são ótimos para que o tamanho das peças, como cobertores volumosos, sejam reduzidos, acrescenta Cris Paola.

Já a arquiteta Cristiane Schiavoni aconselha substituir tapetes grossos, como os produzidos em lã, por materiais como linho ou de corda. Ela ainda explica que, caso o morador prefira retirar o tapete, a substituição pode ser feitas por almofadas, que tornam a casa mais despojada e iluminada. Nas paredes, ela também acrescenta que as cortinas podem ser igualmente trocadas por modelos com materiais mais leves como voil, linho, seda, gaze de linho, organdi ou materiais sintéticos. “Nessa época, as cortinas são essenciais para salas e dormitórios”, arremata Cristiane.

Projeto: Dantas ENTITY_amp_ENTITY Passos Arquitetura . Crédito: Maura Mello
Projeto: Dantas ENTITY_amp_ENTITY Passos Arquitetura . Crédito: Maura Mello

2- Cores da estação:

A primavera é a estação do ano que permite e preza pela mistura de cores quentes e tons mais abertos são sempre tendência. “Em especial, nesse ano notei que todas as marcas presentes em feiras e eventos do mercado de decoração seguiram uma tendência pautada em tons pastel”, lembra Danielle Dantas.

“Se pudéssemos apostar em uma cor para essa estação seria o verde, não somente nas plantas, como também em detalhes como capas das almofadas e tecidos, por exemplo,”, complementa Paula, arquiteta e sócia de Danielle.

A dupla é unânime em ressaltar que a paleta pastel consegue renovar as energias e combina muito bem com cores terrosas, que vão desde os alaranjados até os amarelos, em versões mais queimadas.

 

Projeto: Cristiane Schiavoni. Crédito: Carlos Piratininga
Projeto: Cristiane Schiavoni. Crédito: Carlos Piratininga

3 – Conexão com a natureza:

Trazer o verde natural é uma das formas de oferecer alegria para dentro de casa. Muito além dos arranjos florais, quem tem apreço por plantas pode eleger a época como o momento de realizar o sonho de aprender a cuidar e viver o dia a dia de regas e contemplação em locais da residência como a varanda.

Não pense que somente pessoas especialistas em plantas podem cultivá-las dentro de casa, basta um pouco de pesquisa e dedicação. “Todo mundo pode criar uma conexão com a natureza dentro de casa, varanda ou quintal. Basta procurar as espécies e tamanhos que combinem com o tamanho do espaço e a funcionalidade que desejar conceder para cada uma”, diz Cris Paola.

A arquiteta, que também é especialista em Feng Shui, ainda revela que as plantas e flores são conhecidas como os melhores elementos para a correção de energia em um ambiente. Por isso, um caminho é apostar em plantas aromáticas, frutíferas, rosas do deserto ou arranjo de flores com espécies como lírios,por exemplo.

O loft com estilo industrial e base clara, assinado pela arquiteta Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos, ganhou plantinhas com vasinhos bem modernos e, ao lado, um letreiro de neon. Um toque sutil para combinar com a nova estação. Crédito: joao paulo s.de oliveira
O loft com estilo industrial e base clara, assinado pela arquiteta Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos, ganhou plantinhas com vasinhos bem modernos e, ao lado, um letreiro de neon. Um toque sutil para combinar com a nova estação. Crédito: joao paulo s.de oliveira

4- Iluminação decorativa

Apesar de ser a época de maior incidência de sol e bacana para aproveitar a iluminação natural, as arquitetas do Danielle e Paula ainda indicam o uso de frases com neon fluorescente, muito usado na década de 1980, mas que está super em alta. “Além de trazer um toque divertido para a decoração, o objeto ainda ajuda a iluminar o ambiente de uma forma indireta, sem esquentar”, indica.

 

A Gazeta integra o

Saiba mais
beleza decoracao

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.