ASSINE

Rede Gazeta lança projeto para valorizar destaques de Linhares

Orgulho da Terra mostrará a importância de alguns setores que apostam no município e impulsionam o crescimento da região

Publicado em 05/06/2021 às 16h42

O dicionário Aurélio define o sinônimo de orgulho como sentimento de prazer, de grande satisfação com o próprio valor e com a própria honra. E é esse significado que norteia a primeira edição do projeto Orgulho da Terra - Linhares, da Rede Gazeta.

O objetivo é destacar a importância de alguns setores (agronegócio, agroindústria, empreendedorismo local e atração de novos investimentos) para o desenvolvimento socioeconômico do município.

Luiz Ricardo Pereira

Gerente comercial da Região Norte da Rede Gazeta

"O projeto vai mostrar que não temos apenas um ponto isolado, mas sim um forte arranjo produtivo que passa pelos temas citados, por uma cidade organizada, por incentivos fiscais importantes e por uma prestação de serviço cada vez mais fortalecida. Tudo isso atrai os olhares do Brasil e do mundo para o nosso município. Essa iniciativa vai se repetir todos os anos e queremos expandi-la também para outras cidades da Região Norte"

A expansão da produção local, a geração de empregos, a chegada de novos negócios, o desenvolvimento da fruticultura e o crescimento da agricultura familiar impulsionam a escalada da região e atraem mais pessoas para a cidade. Tanto que atualmente a população de Linhares conta com quase 200 mil pessoas.

E esse número tende a aumentar nos próximos anos, já que a previsão é que 20 novas empresas invistam aproximadamente R$ 3 bilhões na cidade até 2023, abrindo cerca de 7 mil vagas de emprego. A projeção é da administração municipal.

Produção raiz

As novas indústrias que estão chegando à cidade são atraídas, além do incentivo fiscal, pelo sucesso das empresas locais, que estão expandindo suas linhas de produção e abrindo novas oportunidade de empregos. Destaque para as do ramo moveleiro, de tecnologia e inovação, de varejo e comércio, além da indústria alimentícia. Elas apostaram em Linhares como sede e hoje colhem os louros.

Segue nesse mesmo ritmo, o polo de fruticultura do município, que cresce a todo vapor. O cultivo de café, cacau e mamão ajuda a evidenciar o protagonismo do município: Linhares é o maior produtor de café conilon do Estado e o terceiro do Brasil, segundo dados do IBGE. Além disso, uva, cajá manga anão, limão e goiaba diversificam as culturas nas propriedades rurais.

Somam-se a essas trajetórias de sucesso, as empresas de agricultura familiar, como as de cachaça, chocolate e queijo de búfala, que têm papel na geração de renda.

Diante desse cenário, “Linhares nos mostra a cada dia as suas potencialidades. Uma cidade geograficamente privilegiada e com um povo ousado e empreendedor. Essa movimentação nos motivou a desenvolver o Projeto Orgulho da Terra que nasce com a missão de mostrar para o Espírito Santo toda essa força”, explica Luiz Ricardo.

Nos próximos dois meses, o projeto vai revelar detalhes sobre o agronegócio, a agroindústria, o empreendedorismo local e a atração de investimentos em todos os veículos de comunicação da Rede Gazeta. Não percam!

Agronegócio Agroindústria Orgulho da Terra

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.