ASSINE

Plano de expansão para levar embutidos do ES para o país

A Cofril, empresa do Sul capixaba, vai adquirir novos equipamentos e ampliar área física para aumentar produção e atender outros Estados

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 17/12/2021 às 00h10
planta industrial da Cofril
Planta industrial da Cofril: previsão de expansão em 2022. Crédito: Divulgação/Cofril

Empresa familiar do Sul capixaba, a Cofril já conquistou o público do Espírito Santo pelos sabores que produz, provado no prato das famílias e também no reconhecimento com o primeiro lugar do prêmio Marcas de Valor Rede Gazeta 2021, na categoria “Carnes e Embutidos.” Para 2022, os planos são de expansão e de levar os produtos a outros recantos do país.

“Para o ano de 2022 objetivamos novos desafios, com a expansão do mercado para outros Estados, considerando o incremento de produção que será proporcionado pelo aumento da área física, aquisição de novas máquinas e equipamentos. Todas as providências nesse sentido estão em fase conclusiva. Em breve teremos mais novidades”, ressalta o sócio-diretor José Carlos Côrrea Cardoso.

No portfólio da Cofril, há mais de 120 itens, entre os quais carnes suínas in natura, temperadas e defumadas, ingredientes para feijoada, bacon e outros defumados, vários tipos de linguiça - um dos destaques é a produzida para churrasco - presunto e mortadela.

Para José Carlos, o segredo do sucesso é investir em matéria-prima de qualidade e jamais perder o foco daquilo que mais importa para o cliente: o sabor.

José Carlos Côrrea Cardoso

Sócio-diretor da Cofril

"Em primeiro lugar, a qualidade dos produtos sempre foi o objetivo principal da Cofril, com sabores que conquistam os consumidores. Procuramos sempre nos aprimorar, utilizando matérias-primas de procedência controlada"

ATUAÇÃO NA COMUNIDADE

Os subprodutos derivados do processo produtivo são aproveitados e transformados em ração animal. Com isso, nada é jogado na natureza ou queimado, provando que além de uma preocupação com a qualidade da matéria-prima e com o sabor, a empresa não deixa de pensar também na natureza e na comunidade diretamente envolvida no processo de produção.

“A marca consagrou-se no decorrer do tempo perante o público em função de um trabalho de envolvimento com as pessoas, com as comunidades, além da parceria que a empresa preserva com os clientes. Investimos em várias frentes de comunicação, desde a mídia macro até junto às pequenas comunidades”, destaca José Carlos, acrescentado que a empresa também promove palestras de educação ambiental para os colaboradores e público externo de onde estão inseridas as unidades da Cofril.

PRODUÇÃO NA PANDEMIA

Os cuidados inerentes à produção de alimentos foram reforçados em virtude da pandemia da Covid-19. José Carlos aponta que, tão logo as orientações sobre os procedimentos foram compreendidas, a empresa adotou todas as medidas de controle e prevenção junto aos funcionários e também junto ao mercado, com os clientes e fornecedores.

“Assim, conseguimos passar a pandemia sem maiores sobressaltos”, finaliza o diretor.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Marcas de Valor

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.