ASSINE

Grupo empresarial projeta dobrar volume de operações

Vencedora na categoria “Grande Empresa”, a Águia Branca planeja também aumentar o faturamento até 2025

Tempo de leitura: 3min
Publicado em 17/12/2021 às 04h40
Grupo Águia Branca; transportes
O Grupo Águia Branca atua em várias áreas e um dos destaques é a divisão de transportes. Crédito: Grupo Águia Branca/Divulgação

A trajetória de sucesso construída pela Águia Branca ao longo de 75 anos é apenas o começo da história do grupo, reconhecido como uma marca forte e de referência do Espírito Santo. Entre as metas que sustentam o espírito empreendedor e inovador é dobrar de tamanho até 2025 - em faturamento e volume de operações.

Vencedor na categoria “Grande Empresa” na 12ª edição do prêmio Marcas de Valor Rede Gazeta 2021, o Grupo Águia Branca comemora a conquista e diz, nas palavras do presidente Renan Chieppe, sentir mais motivação para prosseguir atento ao que desejam os clientes e realizando os projetos a que se propuseram.

Renan Chieppe

Presidente do Grupo Águia Branca

"Creio que este resultado esteja ligado à nossa história de 75 anos, em que primamos sempre pela excelência de nossos serviços e pelo respeito às pessoas. E também por nossa determinação de buscar continuamente o encantamento de nossos clientes"

Renan Chieppe continua: “ficamos felizes com o primeiro lugar e isso nos motiva mais para o trabalho de excelência. Tanto que nosso projeto é dobrar o tamanho do grupo nos próximos cinco anos, cumprindo um plano - Reflexão Estratégica 21/25 -, que nos permitirá atingir esta meta ousada.”

NEGÓCIOS VARIADOS

O grupo é composto pela Viação Águia Branca, Águia Flex e Squad, que formam a divisão que transporta passageiros em linhas regulares, encomendas e oferece fretamento de ônibus. Já a VIX Logística, Autoport, Let’s e V1 são as empresas da Divisão Logística. Além disso, conta com negócios variados em diferentes áreas como locação de automóveis e até energia renovável.

Para conquistar o carinho e o reconhecimento do público capixaba, tendo negócios tão diversificados, é preciso ter um diferencial que permita manter a marca presente e forte no cenário econômico e na memória da sociedade. Para o presidente Renan Chieppe, entender o mercado e saber ir além do óbvio são habilidades valiosas.

“Acho que o diferencial tem muito a ver com a forma como entendemos e lidamos com o mercado. Defendemos que nossas empresas precisam estar prontas para ir além do que os clientes procuram. E o que isso significa? Que precisamos trabalhar não só para manter a qualidade dos serviços que prestamos. É necessário ir além e encantar nossos clientes. E eles precisam saber o quanto são importantes para nós”, enfatiza.

Para manter o negócio em tempos de Covid-19, o diretor reforça que o desafio permanece, uma vez que a pandemia não acabou, e frisa que garantir a segurança dos usuários dos serviços de transporte está entre as prioridades desde o começo.

“É preciso admitir que a pandemia ainda nos desafia. O Brasil e o mundo tiveram que reaprender muito. As empresas passaram a operar de maneira diferente, tiveram que desaprender, reaprender e aprender muita coisa, a começar pelo formato home office, que não era algo da nossa cultura. Nossa prioridade, ao longo de todo esse período, foi garantir a segurança de todos. Então, implementamos os protocolos necessários à segurança de passageiros e colaboradores”, pontua o presidente.

PROJETOS

As expectativas para os próximos anos são as melhores possíveis, já que, na metade de 2021, um trabalho de reflexão estratégica proporcionou um debate sobre as alternativas, possibilidades e metas do grupo, deixando o ano de 2025 como ponto de chegada para uma empresa mais dinâmica, mais especializada em algumas frentes que o cliente requer, com produtos novos, com forma de atender mais moderna e com destaque para serviços com apoio do digital.

Este vídeo pode te interessar

“Vamos continuar fazendo o que já fazíamos antes, bem feito, mas agregando novas forças e novas metodologias de trabalho para continuar encantando o cliente. Ainda no ano que vem devemos lançar o primeiro eco lodge do Espírito Santo – uma instalação turística projetada para ter um impacto mínimo no meio ambiente e muitas vezes construída como parte de um projeto ambiental. Nosso eco lodge será a nova hospedagem que ofereceremos anexa à Reserva Águia Branca, no lugar do Hotel Monte Verde”, conclui Chieppe.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Grupo Águia Branca Marcas de Valor Transporte

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.