ASSINE

Palmeiras perdeu três mil Sócios Avanti nos últimos quatro meses

Número sofreu queda desde que passou a ser mostrado no site oficial do clube; meta para o ano está distante
...

Publicado em 15/09/2021 às 06h30
Atualizado em 15/09/2021 às 10h01
 Crédito: O Palmeiras de Abel Ferreira foi derrotado pelo Flamengo no Allianz Parque (Cesar Greco
Crédito: O Palmeiras de Abel Ferreira foi derrotado pelo Flamengo no Allianz Parque (Cesar Greco

Considerado um grande sucesso em anos anteriores, o programa de sócio-torcedor do Palmeiras não vive um bom momento. Até o momento desta publicação, o site oficial do clube informa o número de 32.424 Sócios Avanti ativos, o que representa uma queda de quase três mil desde quando a informação passou a ser pública no final do mês de abril (35.412 no início da contagem no site).O Verdão registrou uma queda de mais de 50% da receita proveniente do programa em 2020, por conta do impacto econômico da pandemia de Covid-19 e pelo fato dos jogos serem realizados sem a presença de público. De R$ 46 milhões arrecadados em 2019, apenas R$ 22,5 milhões entraram nos cofres no ano seguinte. E a perspectiva para 2021 está muito abaixo do que foi previsto.Grande parte dos Sócios Avanti se beneficiava da prioridade e do desconto na compra de ingressos para os jogos do Palmeiras no Allianz Parque. Ainda com o estádio de portões fechados após mais de um ano, o clube tem procurado soluções para tentar alavancar o programa, mas não tem tido bons resultados.Uma medida foi a criação do ‘Plano Verde’, que não dá descontos em ingressos, mas conta com acessos a conteúdos exclusivos como a TV Palmeiras Plus, além de uma série de outros benefícios pelo preço de R$ 9,90 mensais. A meta para o ano era dobrar o número de sócios do final da última temporada e chegar a 70 mil em 2021.

O crescimento de Sócios Avanti foi uma das principais medidas da gestão de Paulo Nobre, que assumiu a presidência do Palmeiras em 2013, com o clube na Série B. O programa viveu seu auge em 2015, quando o Palmeiras chegou a registar mais de 100 mil sócios-torcedores. A média daquela temporada ficou em 81,9 mil. Com leve queda nos anos seguintes, os números se mantinham em torno de 70 mil, mas o fraco desempenho esportivo em 2019 derrubou a quantidade para 63 mil. Em 2020, após a queda na pandemia, a média foi de 37,7 mil.Confira a média anual de sócios adimplentes no Avanti:

2013: 21,3 mil;2014: 35,6 mil;2015: 81,9 mil;2016: 76,3 mil;2017: 73,6 mil;2018: 71,8 mil;2019: 63,9 mil;2020: 37,7 mil.

A Gazeta integra o

Saiba mais
palmeiras

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.