ASSINE

Na reta final, lideranças estaduais sobem em palanques em Irupi

Município fará eleições suplementares no próximo domingo, 5 de maio

Publicado em 02/05/2019 às 21h37
Candidato a prefeito de Irupi, Edmilson Meireles (MDB), (de vermelho) recebeu o apoio da vice-governadora Jacqueline Moraes (PSB) e do secretário Marcus Vicente . Crédito: Marcos Oliveira/Divulgação
Candidato a prefeito de Irupi, Edmilson Meireles (MDB), (de vermelho) recebeu o apoio da vice-governadora Jacqueline Moraes (PSB) e do secretário Marcus Vicente . Crédito: Marcos Oliveira/Divulgação

A campanha eleitoral para a Prefeitura de Irupi, município da região do Caparaó, contou em sua reta final com a presença de políticos de todo o Estado, como deputados, secretários e até da vice-governadora, Jacqueline Moraes (PSB), para reforçar o palanque dos dois candidatos, Edmilson Meireles (MDB) e Raphael Fonseca (PSL).

As eleições estão marcadas para este domingo, dia 5. Mesmo com uma campanha curta, de um mês de duração, os políticos do município consideram que a disputa está acirrada. Os candidatos investiram muito na realização de comícios no Centro da cidade, em carreatas, caminhadas e na propaganda nas redes sociais.

Candidato a prefeito de Irupi, Raphael Fonseca (PSL), de verde, recebeu o apoio de Carlos Manato, Soraya Manato e Torino Marques    . Crédito: Reprodução/Facebook
Candidato a prefeito de Irupi, Raphael Fonseca (PSL), de verde, recebeu o apoio de Carlos Manato, Soraya Manato e Torino Marques . Crédito: Reprodução/Facebook

Edmilson é comerciante e produtor rural, e está se candidatando pela segunda vez. Em 2016, ele perdeu a eleição por 149 votos. Neste pleito, conseguiu o apoio formal do governo Renato Casagrande (PSB), que não esteve na cidade durante a campanha, mas foi representado pela vice-governadora e lideranças do PSB.

Nos últimos comícios, nesta semana, também houve a participação de caciques partidários, como Lelo Coimbra (MDB) e Marcus Vicente (PP).

“Agora, nesses últimos dias, investiremos em reuniões nas comunidades e corpo a corpo na área rural. Busquei apoio de lideranças políticas para mostrarmos para o povo que temos o melhor projeto. Estou confiante”, declarou Edmilson.

Já Raphael é empresário do ramo de materiais de construção e disputa pela primeira vez. Ele angariou apoios e levou para a cidade membros do PSL que estão em cargos de destaque, como o presidente da sigla,

, a deputada federal Soraya Manato (PSL), e deputados estaduais, como Torino Marques (PSL).

O candidato aposta se beneficiar também por estar no partido do presidente, Jair Bolsonaro (PSL).

“Decidi entrar nessa disputa, mesmo sem experiência, porque quero mudança para o município, ele está abandonado. Precisamos de uma reorganização da prefeitura, do fim do apadrinhamento político, da compra de votos”, afirma.

O PLEITO

Irupi realizará eleições suplementares devido à cassação do prefeito Carlos Henrique Emerick Storck (PSDB) em 9 de fevereiro. Ele foi condenado pela Justiça Eleitoral por abuso de poder político.

De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), 10.655 eleitores estão aptos a votar. O pleito ocorre de 8 às 17 horas. Depois, as urnas são levadas para a apuração no cartório eleitoral de Muniz Freire, ao qual Irupi está ligado.

Desde fevereiro e até o fim deste mês, quem comanda interinamente a cidade é o presidente da Câmara Valmir Montone (PV). Ele chegou a ser cotado como pré-candidato, mas não vai disputar. O novo prefeito ficará no cargo até dezembro de 2020.

AS ELEIÇÕES

Cassação

Processo

O prefeito de Irupi, Carlos Henrique Emerick Storck (PSDB), e o vice, Leandro Purcino de Almeida (PSDB), tiveram o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES), após terem sido condenados por abuso de poder político por condutas praticadas nas eleições de 2016.

No cargo

Desde o dia 9 de fevereiro, o presidente da Câmara de Vereadores, Valmir de Almeida Montoni (PV) está como prefeito interino, até que ocorra a realização de novas eleições.

Votação

Ocorre neste domingo, 5 de maio, de 8 às 17 horas.

Candidatos

Edmilson Meireles (MDB)

Tem 54 anos e é comerciante, dono de um supermercado do município. Disputa o cargo de prefeito pela segunda vez, após ter sido derrotado nas eleições de 2016. Conta com o apoio do governador Renato Casagrande (PSB).

Raphael Fonseca (PSL)

Tem 31 anos e é empresário do ramo de materiais de cosntrução. Disputa a primeira eleição, e tem como apoiadores as liderançs do PSL, como Carlos Manato.

A Gazeta integra o

Saiba mais
carlos manato Irupi

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.