ASSINE

Poluído, trecho da foz do Rio Doce está impróprio para banho

Amostras apontaram alta presença e coliformes fecais na região do Porto de Regência

Publicado em 03/09/2019 às 16h16
Poluído, trecho da foz do Rio Doce está impróprio para banho . Crédito: Eduardo Dias
Poluído, trecho da foz do Rio Doce está impróprio para banho . Crédito: Eduardo Dias

Anos depois de ter problemas com a lama de rejeitos de minério, um trecho da foz do Rio do Doce, em Regência, está impróprio para banho por conta da presença de esgoto. Resultados de exames realizados pela Secretaria de Meio Ambiente de Linhares revelaram que a água às margens do Porto de Regência está com uma quantidade de coliformes fecais acima do permitido.

O exame mais recente teve o resultado divulgado na última sexta-feira. As avaliações naquele local começaram há pouco mais de um mês e todos os exames realizados apresentaram uma quantidade de bactérias acima do tolerável pelo município.

Poluído, trecho da foz do Rio Doce está impróprio para banho . Crédito: Eduardo Dias
Poluído, trecho da foz do Rio Doce está impróprio para banho . Crédito: Eduardo Dias

A bióloga Paula Garcia, responsável pela coleta das amostras de água analisadas, afirma que a contaminação pode acontecer por conta do despejo irregular de esgoto ao longo da extensão do rio, levando a sujeira para o trecho próximo do Porto de Regência.

As análises são realizadas em onze pontos da cidade frequentados por banhistas, como praia e lagoas. O único local impróprio para banho atualmente é o Porto de Regência.

A foz do Rio Doce foi fortemente afetada pela poluição em novembro de 2015, quando foi atingida pela lama de rejeitos de minério de um acidente ocorrido na cidade da Mariana, em Minas Gerais.

A Gazeta integra o

Saiba mais
linhares poluição rio doce

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.