ASSINE

Casagrande recebe secretário da previdência para discutir reforma

Sem entrar em muitos detalhes, o secretário afirmou que a reunião foi positiva para explicar a nova previdência, e analisar pontos futuros em relação ao Estado

Publicado em 03/05/2019 às 20h15
O governador Renato Casagrande recebeu, nesta sexta-feira (03), o secretário de Previdência Social do Ministério da Economia, Leonardo Rolim. Crédito: José Carlos Schaeffer
O governador Renato Casagrande recebeu, nesta sexta-feira (03), o secretário de Previdência Social do Ministério da Economia, Leonardo Rolim. Crédito: José Carlos Schaeffer

O governador Renato Casagrande se reuniu com o secretário de Previdência Social do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, para discutir a proposta da Reforma da Previdência e seus impactos no Espírito Santo. O encontro aconteceu nesta sexta-feira (03) no Palácio Anchieta. 

Sem entrar em muitos detalhes, Leonardo Rolim afirmou que a reunião foi positiva para explicar a nova previdência, e analisar pontos futuros em relação ao Estado.

“Foi nesse sentido de explicarmos as mudanças, mostrarmos os números, compararmos com os cálculos que foram feitos. Vimos que os números que já foram levantados são parecidos com as estimativas que nós fizemos, e pensando já no passo seguinte após aprovação da nova previdência, os impactos e as medidas que vão ter que ser adotadas para o equacionamento do déficit previdenciário”, disse.

Sobre a expectativa de aprovação da proposta, o secretário disse estar confiante já que, segundo ele, há um consenso sobre a necessidade da reforma.

“Hoje há praticamente um consenso da necessidade e de que vai ser aprovado uma reforma no Congresso esse ano. O que a gente espera é convencer os parlamentares de que a proposta que apresentamos é a melhor e que é a que deve ser aprovada. Mas, a gente sabe que o congresso tem autonomia de fazer os ajustes que eles entenderem que são necessários”, destacou.

O procurador do Estado, Luiz Henrique Pavan, que participou da reunião, afirmou que o encontro foi produtivo para expor a situação da previdência no Espírito Santo e de como isso pode contribuir com os estudos da reforma.

“Eu acho que foi muito positiva a nossa conversa, que a gente conseguiu passar algumas ideias algumas situações aqui do Estado. Discutindo pontos, sanando dúvidas, trocando ideias, mostrando como é a nossa realidade aqui no Espírito Santo para ver se isso ajuda no debate nacional também e evolui em alguns pontos”, disse.

Também participou do encontro o grupo de trabalho formado para estudar e avaliar os impactos da proposta no Estado. Fazem parte deste grupo representantes da Secretaria de Estado da Fazenda, da Procuradoria Geral do Estado (PGE), do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Espírito Santo (IPAJM) e da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (Preves).

Na manhã desta sexta-feira, Leonardo Rolim também esteve presente no lançamento do Inspira ES, programa de capacitação civil desenvolvido pelo professor Aridelmo Teixeira, em Vitória. Na ocasião, o secretário afirmou que o "Brasil terá a melhor previdência do mundo", e que o Brasil tem a obrigação de corrigir erros que foram cometidos em outros países.

A Gazeta integra o

Saiba mais
cbn vitoria espírito santo reforma da previdência

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.