ASSINE

Corpo de capixaba é encontrado no monte La Silla na Argentina

Segundo amigo da família do capixaba, informação foi repassada por equipes de socorristas que estiveram na região nesta sexta-feira (25)

Publicado em 25/01/2019 às 17h33
Fabrício Amaral, 42 anos, estava acompanhado do escalador mineiro Leandro Iannotta, conhecido como Mr Bean. Crédito: Arquivo Pessoal
Fabrício Amaral, 42 anos, estava acompanhado do escalador mineiro Leandro Iannotta, conhecido como Mr Bean. Crédito: Arquivo Pessoal

Os corpos do alpinista capixaba Fabrício Amaral, de 42 anos, que foi escalar o Monte Fitz Roy, na Argentina, junto do colega mineiro Leandro Iannota, conhecido como Mr. Bean, foram encontrados no final da tarde desta sexta-feira (25). A informação é de um amigo da família do capixaba, o bombeiro militar Fábio Fabre, que foi avisado por uma equipe de socorristas da região. A dupla estava desaparecida desde o dia 18 de janeiro. De acordo com Fabre, os corpos foram avistados por uma luneta utilizada pelos socorristas. 

"A hipótese é de que a tempestade os pegou pelo meio do caminho e eles não conseguiram retornar. Chegaram a subir, mas não chegaram ao cume, que é a parte mais alta da montanha. Resolveram descer porque seriam pegos pela tempestade", detalhou.

Fábio disse que ficou sabendo da notícia por volta das 16h30, e que entrou em contato com a família para passar a informação. "A família sofreu muito nos primeiros dias. Acredito que, agora, já é um alívio encontrá-los", completou. Fabre informou, ainda, que a dupla foi encontrada no monte La Silla, que antecede a subida do Fitz Roy.

Sobre o resgate dos corpos, Fabre informou que não há essa possibilidade. "Como eles estão na neve, é feito um platô de pedra em que os corpos são colocados deitados e são cobertos com pedra. A partir disto, é feita uma cerimônia local", completou.

A reportagem fez contato com uma familiar do alpinista capixaba, que confirma ter recebido a informação do amigo de Fabrício, Fabio Fabre, mas que, oficialmente, o consulado ainda não tinha informações sobre as mortes no monte argentino.

VEJA FOTO

Rota Franco-Argentina que os brasileiros pretendiam escalar. Crédito: Divulgação
Rota Franco-Argentina que os brasileiros pretendiam escalar. Crédito: Divulgação

A Gazeta integra o

Saiba mais
argentina brasil capixaba desaparecidos espírito santo argentina brasil capixaba espírito santo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.