ASSINE

Cuidados essenciais para manter os pés saudáveis no carnaval

Fazer alongamentos antes da folia e utilizar gelo nas áreas mais tensas ao final do dia são algumas das dicas

Publicado em 20/02/2020 às 09h16
Atualizado em 20/02/2020 às 09h49
É preciso cuidar dos pés nos dias de folia. Crédito: Arquivo A Gazeta
É preciso cuidar dos pés nos dias de folia. Crédito: Arquivo A Gazeta

Carnaval é a principal festa do nosso país. E, para muita gente, a folia é sinônimo de longos períodos pulando, dançando e caminhando.  Mas é preciso ficar atento com os nossos pés. São eles que mais sofrem em meio a tanta diversão. Para a hora da folia, uma das principais dicas é deixar que os pés respirem, escolhendo calçados mais abertos e arejados. Isso evita o surgimento de calos e bolhas. Para prevenir lesões e cuidar dos nossos pés, o médico Tiago Baumfeld, Especialistas em Medicina e Cirurgia do Pé e do Tornozelo, tira algumas dúvidas.

O que fazer para prevenir acidentes?

Escolher o calçado para o Carnaval demanda planejamento. Afinal, eles devem nos proteger do solo quente, molhado, irregular ou muitas vezes com cacos de vidro e outros objetos. O que recomendamos são calçados fechados para proteger os dedos, com solado firme e antiderrapante, evitando assim escorregões e perfurações inesperadas. Portanto, é importante evitar chinelos, sapatilhas muito flexíveis, rasteirinhas e calçados sem proteção rígida no solado.

E quanto as meias?

Devemos sempre quando possível, usar meias que permitam o “respirar” dos pés, evitando atritos nos calçados e excesso de umidade. Bolhas e ferimentos entre os dedos podem ser evitados desta forma.

E a dor nós pés no final do dia. Como resolver?

Ficar em pé o dia inteiro gera uma demanda muscular muito diferente ao nosso corpo para a maioria das pessoas. Obviamente toda nossa musculatura é muito exigida, e com os pés não é diferente. A prevenção deve envolver bons hábitos. Alimentar-se bem durante o dia, hidratar-se frequentemente, realizar alongamentos antes da folia e utilizar gelo nas áreas mais tensas ao final do dia. Utilizar analgésicos podem aliviar o desconforto, mas cuidado com o uso exagerado para não mascarar possíveis lesões.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.