ASSINE

Compre uma, leve duas: joias multiuso viram as queridinhas da vez

Peças multiuso caíram nas graças das mulheres antenadas que fazem questão de qualidade e bom preço

Publicado em 26/08/2019 às 13h55
Joias multiusos de Carolina Neves e Dorion Soares. Crédito: Montagem Gazeta Online
Joias multiusos de Carolina Neves e Dorion Soares. Crédito: Montagem Gazeta Online

A palavra “joias”, para muitos, remete a peças imponentes e geralmente desfiladas em megaeventos e inacessível pra muitos bolsos. Porém, o minimalismo tem ganhado cada vez mais esse mercado, com peças leves, mas cheias de personalidade para serem usadas no dia a dia. E a novidade é que, aliado a isso, temos a versatilidade, algo que acaba fazendo o investimento valer a pena. As joias multiusos caíram nas graças das mulheres descoladas que fazem questão de qualidade. Um brinco se transforma em dois, colares viram pulseiras, pingentes saem de cordões e ganham os brincos, e o que mais a imaginação deixar.

O joalheiro Dorion Soares entrou no ramo das peças multifacetadas quando desenvolveu a linha “By Dorion”, em 2016. “O intuito foi alcançar um público mais jovem com uma joia mais minimalista, que pode ser usada de uma forma despretensiosa, sem perder a excelência tanto em design quanto em qualidade”, explica.

Ele conta que as peças são atemporais, mas com um design contemporâneo e valor mais acessível. “As peças são mais descontraídas, pois permitem mais composições, misturas e maneiras de usar. É o chamado “mix and match”. Há colares que podem ser usados mais longos ou mais curtos, com mais voltas... E anéis inovadores que não perdem a sofisticação”, esclarece Dorion. “Também tem o uso da resina, o que dá um ar de modernidade”.

Entre as características das peças do joalheiro, uma é bem marcante: as cores. Dorion explica que isso é uma paixão, por ele ter nascido no universo das gemas (pedras preciosas) coloridas. “Nossa criação se dá a partir da gema, que é escolhida de forma minuciosa. Desde sempre trabalho com essa mistura de cores”, finaliza ele.

A designer de joias Carolina Neves explica que suas peças, desde o início de sua carreira, carregam o conceito de ser “flex”, desmontáveis e, consequentemente, versáteis. Ela diz que acredita nas várias versões e possibilidades que cada um pode criar com elas, transformando-as em únicas e exclusivas. “Acreditamos no lance de várias versões e várias facetas, o que torna a joia mais divertida, cool e única. Além disso, com essa proposta, podemos dar a possibilidade de usar as joias em várias ocasiões e de formas diferentes. Quebramos o paradigma de que joias são sempre caras, para serem usadas em determinada ocasião”, avalia Carolina.

Em suas coleções, as peças com maiores possibilidades de uso são os pingentes, que podem ser usados de diferentes formas em brincos, colares e pulseiras. “Eu acho incrível, amo poder fazer o mix de cores, estilos, formas, além de usar colares de tamanhos variados, e brincos assimétricos”, ensina a designer. Carolina também gosta de cores, e diz não ter nenhuma preferência, mas procura usá-las de modo que conversem entre si, com os diferentes tons de ouro.

Para ela, as peças versáteis dão mais liberdade às pessoas que vão usar, por isso, pretende seguir com essa proposta. “Desenvolvo peças que fazem parte da vida de cada pessoa. Elas tendem a ser sempre espontâneas e originais”, revela. E complementa: “Queremos sempre contar uma história”.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.