ASSINE

Casa do casal: 5 dicas para investir em uma decoração personalizada

Arquitetos indicam as melhores maneiras de criar ambientes do novo lar, respeitando a individualidade de cada um e trazendo conforto e charme aos espaços

Publicado em 30/09/2019 às 11h35
Marcia e Libório  estão decorando o novo lar e querem a  personalidade dos dois no espaço. Crédito: Vitor Jubini
Marcia e Libório  estão decorando o novo lar e querem a  personalidade dos dois no espaço. Crédito: Vitor Jubini

Como diz o ditado, “quem casa, quer casa”. Ou seja, muitos noivos ainda apostam em construir, alugar, decorar e se mudar para um novo cantinho, que acolha bem aos dois. Porém, nada é tão simples como parece. Por isso, conversamos com alguns profissionais que indicaram as melhores maneiras de se compor um ambiente para o casal, respeitando a individualidade de cada um, e trazendo conforto, segurança e, claro, muito charme ao novo espaço.

A proposta de mesclar estilos diferentes está em alta e, segundo o arquiteto Pietro Terlizzi, para casais que têm gostos muito diferentes, vale adaptar cores na decoração. “É necessário harmonizar as necessidades e exigências de cada um para resultar em um ambiente agradável que atenda aos dois”, afirma o profissional.

A também arquiteta Fernanda Mendonça explica que, no início de uma nova rotina a dois, é preciso abrir mão de um pouco da individualidade. “Os hábitos que se tem morando com os pais ou sozinho precisam ser revistos em função da nova rotina, como a divisão das tarefas do dia a dia e a organização da casa”, avalia ela. Porém, independente do projeto ou limitações da casa, é importante que cada um tenha o seu espaço personalizado: “Se o local tem divisão entre sala e quarto, já permite que cada parte do casal tenha um momento mais reservado quando necessário. Mas, se o lugar é totalmente integrado, vale apostar em um condomínio, por exemplo, que possua áreas de uso comum que possam atender a essa demanda”, diz.

No quesito arquitetônico, todo o projeto deve estar dentro de uma mesma linguagem, para dar um bom resultado estético e funcional - adaptado às necessidades da rotina do casal. Mas vale ainda escolher alguns cantinhos que são ‘xodós’ de cada um. “Se a pessoa gosta de cozinhar, o ideal é que ela tenha a palavra final nas áreas de cozinha e gourmet. Se a outra parte gosta de receber, o ideal é que ela decida quanto às áreas de estar”, explica a arquiteta Elisa Ju.

Quarto do casal

Para Elisa, o quarto do casal deve ser prioridade no assunto conforto, já que é o espaço mais íntimo do casal. Por isso, a decoração deve ser pensada para transmitir conforto e relaxamento, como se fosse um refúgio. Elisa destaca que os móveis funcionais são uma tendência forte, e vieram para ficar, já que podem acompanhar o casal em outras casas ou apartamentos em uma futura mudança.

Outra dica são os pendentes ao lado da cama, uma releitura do abajur que não ocupa espaço e permite mesclar estilos. Crédito: Pinterest
Outra dica são os pendentes ao lado da cama, uma releitura do abajur que não ocupa espaço e permite mesclar estilos. Crédito: Pinterest

Outra tendência, destacada pelo arquiteto Pietro Terlizzi são os pendentes ao lado da cama. “Eles são uma releitura do abajur que não ocupa espaço no criado mudo. E permitem mesclar estilos, já que não precisam ser idênticos, trazendo as características de cada um para o quarto”, indica ele.

Áreas sociais

Nas áreas sociais da casa, a arquiteta Fernanda Mendonça explica que a melhor maneira de projetar é pensar em espaços versáteis, que acomodem bem os eventuais convidados. “A área de jantar pode estar integrada à área de estar, criando um espaço único e que comporte mais pessoas”, exemplifica Fernanda.

Decoradores orientam investir em uma base neutra e apostar em cor nos itens soltos, como estofados, almofadas e texturas em paredes. Crédito: Pinterest
Decoradores orientam investir em uma base neutra e apostar em cor nos itens soltos, como estofados, almofadas e texturas em paredes. Crédito: Pinterest

Cores

As cores da casa remetem à personalidade de cada casal, e para aqueles que preferem decorar com cautela, a arquiteta Bianca Atalla indica investir em uma ‘base’ neutra para a marcenaria e piso, e em outros itens soltos apostar nas cores mais fortes, como estofados, texturas em paredes e entre outros elementos da decoração. “Dessa maneira, o casal consegue variar bastante o estilo da casa ao longo dos anos sem a necessidade de grandes reformas ou investimento”, afirma a profissional.

Uma tendência muito usada por jovens casais é o cimento queimado, revestimento que pode ser aplicado em paredes, tetos e pisos. Crédito: Pinterest
Uma tendência muito usada por jovens casais é o cimento queimado, revestimento que pode ser aplicado em paredes, tetos e pisos. Crédito: Pinterest

Outra tendência do momento é o cimento queimado, um revestimento que ganhou força nos últimos anos e pode ser aplicado em paredes, tetos e pisos em diferentes cores. “O efeito é super bonito, principalmente se falamos de uma casa com uma decoração mais moderna”.

Fotografias do casal espalhadas pela casa equivalem a qualquer outro item de decoração que represente a personalidade dos dois, além de conferir charme aos espaços. Crédito: Pinterest
Fotografias do casal espalhadas pela casa equivalem a qualquer outro item de decoração que represente a personalidade dos dois, além de conferir charme aos espaços. Crédito: Pinterest

Fotografias

Bianca Atalla explica que as fotografias do casal espalhadas pela casa equivalem a qualquer outro item de decoração que represente a personalidade dos dois. E para espalhar as fotos de maneira descolada, ela indica brincar com diferentes molduras, com cores e formas distintas.

Imóveis alugados

Fernanda Mendonça avalia que para lugares alugados a melhor pedida são as soluções de fácil execução, e que tragam grande resultado estético. Vale investir em papel de parede, pintura especial e iluminação decorativa, por exemplo. “O mais importante é apostar em móveis soltos e multifuncionais, tanto para aperfeiçoar o espaço quanto por ser possível levar junto em uma futura mudança”, completa a arquiteta.

Rotina a dois

A dentista Marcia Gabriella vai se casar com o médico Liborio Mule. Os dois já moram juntos há alguns meses e estão decorando o novo lar. Marcia explica que os dois vieram de apartamentos próprios, e a nova casa está sendo organizada para receber a família toda, já que os dois juntos tem cinco filhos. “Viemos de apartamentos próprios e bem estruturados, mas a vontade de estarmos juntos e com a nossa família foi essencial para o processo de mudança”, explica a dentista.

Ela conta que a decisão de morar juntos veio dá vontade de criar uma rotina a dois, e que parte importante dessa união é um respeitar os limites do outro. Além disso, dividir os momentos com os filhos também é parte essencial da rotina do casal. “A melhor parte de morar juntos é, sem dúvida, a união da nossa família. Podemos dividir nossos momentos com os filhos, fazer as refeições juntos, ter um ao outro pertinho, e ainda aproveitar aquela bagunça de casa cheia”, diz ela.

No quesito projeto e estruturação da casa, tudo ainda está sendo finalizado, mas, segundo Márcia, os dois têm muitos desejos em comum, principalmente a fim de ter bem-estar no local. O cantinho favorito de ambos é a varanda. “É onde fazemos nossas refeições, conversamos, recebemos os amigos e ouvimos música. Nossa casa é o local que mais gostamos de passar o tempo”, finaliza Marcia.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.