ASSINE

Seleção feminina de críquete recruta atleta olímpica para preparação das eliminatórias da Copa do Mundo

Tatiele de Carvalho, 11 vezes campeã brasileira dos 10.000m e finalista nos Jogos Olímpicos de 2016, ajudará Seleção Brasileira feminina em busca de vaga no Mundial...

Publicado em 08/06/2021 às 14h10
Atualizado em 08/06/2021 às 18h02
 Crédito: Cricket Brasil
Crédito: Cricket Brasil

A Seleção Brasileira feminina de críquete começou a preparação para as eliminatórias da Copa do Mundo, em setembro. E visando o torneio mundial, o Brasil recrutou a atleta Tatiele de Carvalho, 11 vezes campeã brasileira dos 10.000m e finalista nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

As brasileiras enfrentarão Argentina, Canadá e Estados Unidos, naquela que será a primeira aparição das sul-americanas em um evento do Conselho Internacional de Críquete (ICC) em quase uma década. O vencedor garantirá uma vaga nas eliminatórias globais de oito seleções, com os dois primeiros colocados do evento progredindo para a Copa do Mundo feminina de 2023, na África do Sul.

O Brasil, que busca sua primeira classificação, vai começar o torneio como o melhor colocado. A Seleção Brasileira subiu 11 posições e figura no 27º lugar no ranking mundial.

Técnico da Seleção Brasileira feminina de Críquete, o inglês Matt Featherstone também falou sobre a chance de ter Tatiele de Carvalho em sua equipe, ajudando na preparação da equipe.

- Os resultados estão começando a aparecer, com três jogadoras do time tendo perdido até 10kg nos últimos seis meses e outras agora demonstrando um maior foco e senso de responsabilidade. Muito disso se deve à Tatiele. Quando ela veio falar com as meninas em janeiro, estava claro que seu estilo de vida era o mesmo de 95% das meninas, então elas puderam se identificar imediatamente - disse Featherstone.

- Basicamente, ela disse: "Não se engane que apenas treinar duas horas por dia e ter uma vida normal vai te levar ao topo, porque não vai". Elas seguiram esse conselho porque, embora ela não pratique o mesmo esporte, ela fez exatamente o que essas meninas querem fazer: chegar ao topo - completou.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.