ASSINE

Alison dos Santos é ouro na etapa de Doha da Liga Diamante e assume a liderança do ranking mundial

Medalha de bronze em Tóquio, paulista completa os 400 m com barreiras em 47s24, e superou na final o vice-campeão olímpico Rai Benjamin, que ficou em segundo lugar
...

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 13/05/2022 às 14h10
Atualizado em 13/05/2022 às 18h02

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o brasileiro Alison dos Santos faturou nesta sexta-feira a medalha de ouro na prova dos 400 m com barreiras da primeira etapa da Liga Diamante, em Doha, no Qatar.

+ Douglas Souza vai jogar em São Paulo para conciliar carreira no vôlei com vida de celebridade

O paulista de 21 anos completou a prova em 47s24, e com o resultado assumiu a liderança do ranking mundial. Para alcançar o resultado, ele derrotou o americano Rai Benjamin, prata em Tóquio, que ficou em segundo lugar, com 47s49. O irlandês Thomas Barr terminou em terceiro lugar, com 49s67.

A marca de Alison também é o recorde da competição, que era também de Rai Benjamim, com 47s38.

O brasileiro, dono da terceira melhor marca da história da prova, com 46s72, obtida em Tóquio, teve um bom início de temporada. Em 2022, ele vai tentar uma medalha no Campeonato Mundial do Oregon, nos Estados Unidos, de 15 a 24 de julho, um dos principais compromissos antes dos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Este vídeo pode te interessar

Alison começou a temporada com a disputa dos 400 m rasos em Walnut, na Califórnia, Estados Unidos, com 44s54, seu recorde pessoal nesta prova, no dia 16 de abril. Em seguida, disputou os 400 m com barreiras no Drake Relays, em Des Moines, também nos Estados Unidos, obtendo o tempo de 48s41.

Piu, é conhecido no atletismo, volta a competir em Eugene, em mais uma etapa da Liga Diamante, no dia 28 de maio. Ele o treinador Felipe de Siqueira estão desde o dia 3 de março no Centro Olímpico dos Estados Unidos, em Chula Vista, na região de San Diego, na Califórnia.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.