ASSINE

Ídolo do Vasco, Geovani vê time estruturado, mas pede "pés no chão"

Ex-jogador elogia o trabalho do técnico Ramon, porém afirma que elenco precisa de reforços

Publicado em 22/08/2020 às 07h00
Atualizado em 22/08/2020 às 07h31
Geovani vê potencial no Vasco, mas acha que ainda não é hora de empolgar
Geovani vê potencial no Vasco, mas acha que ainda não é hora de empolgar. Crédito: Ricardo Medeiros

Novamente líder do Campeonato Brasileiro após oito anos, o Vasco venceu três partidas seguidas e tem deixado o torcedor cheio de esperanças. A liderança, conquistada na noite desta quinta-feira (20), com a vitória por 3 a 0 sobre o Ceará, em Fortaleza, chegou como um presente de aniversário antecipado, por conta dos 122 anos que o clube completa neste 21 de agosto.

Um dos ídolos do passado vascaíno e sempre lembrado pela rara habilidade, que lhe rendeu o apelido de "Pequeno Príncipe da Colina", o ex-meia Geovani Silva, destacou que o momento de euforia do torcedor deve ser curtido com parcimônia, e pediu "pé no chão" para frear a empolgação nesta largada da competição.

"Não podemos achar que o Vasco é o melhor time do Campeonato, porque não é. Temos que ter o pé no chão, porque a equipe precisa melhorar muito e manter o nível que vem tendo, porque vemos outros times que foram bem no ano passado que não estão tão bem atualmente. Mas a tendência é que os clubes que estão mal cresçam de rendimento com o passar do tempo", pontuou. 

O tão falado "Ramonismo" dos últimos jogos também foi elogiado por Geovani, que acredita no trabalho do treinador para que o Vasco vá cumprindo pequenas metas ao longo da temporada e tenha condições de buscar objetivos ousados, como uma vaga na Libertadores da América. Mas pede reforços de peso. 

Ramon estuda dar mais oportunidades a jovens promessas do Vasco
Ramon estuda dar mais oportunidades a jovens promessas do Vasco. Crédito: Rafael Ribeiro/Vasco

"Eu conheço bem o Ramon, ele se preparou para isso e teve um grande auxílio dos jogadores e do Antônio Lopes, que faz parte da comissão técnica do Vasco. É um cara que conhece, sabe tudo do clube. O Vasco não é um time excelente, excepcional, mas é um time estruturado dentro de campo, e que precisa de alguns reforços que cheguem para jogar, não apenas para compor elenco." 

Geovani

Ídolo do Vasco

"Hoje não temos um time em alto nível, mas temos um jogador jovem que está se destacando, que é o Talles Magno. Não temos atletas com nível de seleção brasileira como na minha época, mas temos um elenco que segue as orientações do treinador e está desempenhando um bom papel em campo."

LEMBRANÇAS

"As minhas lembranças do Vasco sempre são muito boas. Fui campeão carioca cinco vezes pelo Vasco e fiquei 12 anos no clube. Participei sempre brigando para ser campeão, nunca lutei contra rebaixamento. Acho que é esse o pensamento que os jogadores do time atual tem que ter, de estar sempre com o objetivo de conquistar títulos e escrever seus nomes na história do clube", finaliza.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Futebol Brasileirão Clube vasco da gama

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.