ASSINE

Imagem de santa ganha restauração após ato de vandalismo em Cachoeiro

Imagem de Nossa Senhora da Consolação teve a mão destruída por um homem com transtornos psiquiátricos em janeiro

Publicado em 16/07/2018 às 17h37

A imagem de Nossa Senhora da Consolação, que fica no altar da Paróquia Nossa Senhora da Consolação, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, passa por restauração. Ela foi alvo de um ato de vandalismo no dia 5 de janeiro deste ano, quando a igreja foi invadida por um homem com transtornos psiquiátricos.

Desde o último dia 25 de junho, a imagem de quase dois metros está sob os cuidados da equipe do núcleo de restauração e conservação da Universidade Federal do Espirito Santo (Ufes). Os trabalhos acontecem durante a semana para que a peça tenha uma das mãos reparada e a pintura renovada. “O trabalho é minucioso. Feito em etapas. O que leva mais tempo é a reintegração de cor. É preciso fazer a tinta na paleta com várias cores”, conta Flávia Zanardini Alves Rosa.

O trabalho deve durar cerca de quatro meses, segundo a paróquia. É a segunda vez que a imagem de 1960, de madeira talhada, passa por restauro. A primeira aconteceu em 2000. “A imagem possui uma importância artística para Cachoeiro. Por ser de madeira, teve de passar por um processo de descupinização”, conta o frei Gustavo Barbiero.

O caso

No dia 05 de janeiro, a Igreja a Nossa Senhora da Consolação, no Centro de Cachoeiro, foi invadida por um homem com transtornos psiquiátricos. Ele danificou a imagem, separando uma das mãos do restante do corpo, além de danificar outros objetos que estavam no altar. Ele chegou a jogar velas, toalhas e até cadeiras na capela do santíssimo, que fica localizada no interior da igreja.

A Gazeta integra o

Saiba mais
cachoeiro espanha

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.