ASSINE

Ilhada, mulher em trabalho de parto é resgatada por helicóptero no ES

Gestante estava em Rio Novo do Sul a passeio e entrou em trabalho de parto. Com estradas interditadas, ela precisou ser resgatada pelo helicóptero do Notaer, para hospital em Cachoeiro de Itapemirim

Publicado em 20/01/2020 às 19h23
Atualizado em 20/01/2020 às 22h22
Leandro Pinto. Crédito: Leandro Pinto
Leandro Pinto. Crédito: Leandro Pinto

Uma família passou por momentos de angustia e tensão no último sábado (18) em Princesa, interior de Rio Novo do Sul, no Sul do Estado. Após as fortes chuvas na região, estradas do município ficaram intransitáveis. Em meio ao caos, uma gestante entrou em trabalho de parto e precisou ser resgatada pelo helicóptero do Notaer para o parto, que aconteceu em Cachoeiro de Itapemirim.

A família de Leandro Pinto da Silva, de 32 anos, é de Piúma, Litoral Sul do Estado, e estava a passeio na localidade de Rio Novo do Sul para passar o fim de semana na casa de familiares. Ele contou que não imaginava que a esposa, Luíza Cristina, entraria em trabalho de parto durante a viajem.

“Pelos nossos cálculos ainda não era o momento do parto. Na sexta, ela já começou a sentir, mas como não estava perdendo líquido, resolvemos esperar até o dia seguinte para levá-la até o hospital. Quando começamos a sair de lá, vimos que não dava. Que estávamos ilhados. Me bateu um desespero, pensei que ia perder minha mulher, meu filho”, revela Leandro.

A família, então, fez diversos contatos com outras pessoas até chegar ao resgate do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTAER) do Espírito Santo. A aeronave pousou no quintal da casa, por volta das 10h de sábado, e levou a gestante e o pai para o Hospital Infantil Francisco de Assis (Hifa), em Cachoeiro de Itapemirim.

“Mal deu tempo de fazer a entrada, os procedimentos e o bebê nasceu. Foi parto cesária. Danilo nasceu com 3,180 kg e medindo 45 centímetros. Tenho que agradecer muito ao resgate. Foram heróis”, revela o pai.

O bebê e a mãe receberam alta médica na tarde desta segunda-feira (20). Leandro Pinto conta ainda que, após o parto da esposa, retornou à Princesa para resgatar a sogra, o filho de dois anos e outros familiares que estavam na casa, com auxílio de motos de trilhas.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.