ASSINE

Sequestrador morre após ser baleado por atirador de elite na Rio-Niterói

De acordo com testemunhas, o homem entrou no veículo identificando-se como policial

Publicado em 20/08/2019 às 03h29
Atualizado em 25/08/2019 às 02h18
Sequestrador chega a sair e colocar parte do corpo para fora do ônibus na Ponte Rio-Niterói. Crédito: Reprodução/ TV Globo
Sequestrador chega a sair e colocar parte do corpo para fora do ônibus na Ponte Rio-Niterói. Crédito: Reprodução/ TV Globo

O homem que sequestrou um ônibus na ponte Rio-Niterói na madrugada desta terça-feira (20) foi morto com um tiro na perna esquerda às 9h02. Além de uma faca e uma arma de choque, o suspeito ainda não identificado pela polícia estaria usando uma arma de brinquedo.

O disparo foi dado por um atirador de elite da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro às 9h02. De acordo com testemunhas, o homem entrou no veículo em um ponto de ônibus em cima da Ponte Rio-Niterói identificando-se como policial. Armado e portando gasolina, fez ameaças de incendiar o veículo. 

O sequestro ao ônibus da Viação Galo Branco se iniciou por volta das 5h30 e durou cerca de quatro horas. A Ponte Rio-Niterói ficou totalmente interditado durante as negociações. A linha de ônibus 2520D da Viação Galo Branco saiu do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, em direção a Estácio Centro do Rio.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.