ASSINE

Prefeito de Vitória é vítima de golpe em aplicativo de mensagem

Uma mensagem usando o nome de Luciano Rezende está sendo enviada a pessoas convidando a participar de um grupo de WhatsApp da cidade

Publicado em 20/02/2020 às 21h21
Luciano Rezende foi vítima de golpe virtual . Crédito: Reprodução TV Gazeta
Luciano Rezende foi vítima de golpe virtual . Crédito: Reprodução TV Gazeta

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, foi vítima de um golpe virtual nesta semana. O nome dele está sendo usado para mandar mensagens a pessoas convidando a participar de um grupo de WhatsApp da cidade.

"Há uns três dias uma pessoa me procurou com o questionamento do grupo de WhatsApp, que uma pessoa chamada Priscila Rezende tinha mandado mensagem para ela. Eu não tenho assessora com esse nome e logo percebi que poderia se tratar de um golpe", declarou o prefeito. 

Nesta quinta-feira (20), as mensagens voltaram a circular, o que levou Luciano a fazer uma publicação nas redes sociais alertando o golpe. Na postagem, ele mostra o texto que está sendo encaminhado aos moradores de Vitória:

"Olá, Boa Tarde! Sou Priscila Rezende, assessora do prefeito Luciano Rezende. Estou convidando de forma especial e oficia à Sra. (nome da pessoa e CPF) à (sic) participar do novo grupo de whatsapp municipal Cidadãos de Bem e Saúde Para Todos. Seria ótimo ter você conosco! Posso lhe adicionar?"

Luciano postou uma imagem da mensagem encaminhada a moradores de Vitória em nome dele. Crédito: Reprodução/Facebook
Luciano postou uma imagem da mensagem encaminhada a moradores de Vitória em nome dele. Crédito: Reprodução/Facebook

Luciano pede que as pessoas que recebam a mensagem não respondam ou cliquem em nada. Ele garante que nenhuma mensagem está sendo encaminhada por ele à população.

Luciano Rezende

Prefeito de Vitória

"Não sou eu, isto é um golpe. Peço que não respondam, porque quem faz isso usa computadores para pegar os dados das pessoas via celular"

Por telefone, o advogado de Luciano, Marcelo Nunes, informou que a ocorrência foi registrada na Delegacia de Crimes Eletrônicos na noite desta quinta-feira. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.