ASSINE

Novas vítimas denunciam à polícia que foram atacadas por empresário no ES

Glaupiherle Grasihelo Rocha foi preso quinta-feira (24) por suspeita de estuprar oito mulheres na Grande Vitória

Publicado em 29/10/2019 às 12h13
Glaupiherle é suspeito de cometer oito estupros na Grande Vitória. Crédito: Reprodução Facebook
Glaupiherle é suspeito de cometer oito estupros na Grande Vitória. Crédito: Reprodução Facebook

Novas mulheres têm procurado a Polícia Civil para denunciar que foram atacadas pelo microempresário Glaupiherle Grasihelo Rocha, 36 anos. Ele é suspeito de estuprar, com requintes de crueldade, oito mulheres na Grande Vitória. Até sexta-feira (25), oito vítimas já tinham sido identificadas.

“O inquérito policial segue em andamento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Cariacica. Todas as denúncias são importantes e estão sendo apuradas. No momento, não é possível informar o número de novos Boletins”, diz um trecho da nota enviada pela Polícia Civil

A Polícia Civil orienta que as vítimas registrem a ocorrência na Deam de Cariacica, no endereço: BR 262, Km 03, bairro Vera Cruz, Cariacica. A Polícia destaca a colaboração da população. As colaborações podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br.

O CRIME

O microempresário do ramo da construção civil Glaupiherle Grasielo Rocha, 36 anos, foi preso acusado de estuprar oito mulheres na Grande Vitória. Glaupiherle foi detido em casa na manhã desta quinta-feira (24), no bairro São Francisco, em Cariacica. A delegada Claudia Dematté pediu a divulgação da foto do suspeito para ver se novas vítimas denunciam.

Com uma arma, ele ameaçava de morte, obrigava elas a entrarem no veículo e, na maioria dos casos, levava as mulheres para um local ermo às margens da Rodovia do Contorno, na maioria das vezes, à noite. Segundo informações da polícia, ele introduzia arma, pedaços de madeira e barras de ferro nas vítimas.

A Gazeta integra o

Saiba mais
cariacica estupro pm (polícia militar) polícia civil violência contra a mulher

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.