ASSINE

Bar é alvo de tiros e adolescente morre ao ser atingido por disparos

Outras duas pessoas, que também estavam no local, ficaram feridas

Publicado em 16/06/2018 às 08h28

Um adolescente de 16 anos foi morto e outras duas pessoas ficaram feridas em um bar na noite desta sexta-feira (15), no bairro São Francisco, na Serra. Por volta das 19h30, dois homens, que estavam em um carro, efetuaram vários disparos no Bar do Bigode. Segundo o Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o rapaz levou um tiro e chegou a ser socorrido por um familiar, mas não resistiu aos ferimentos. 

Outras duas pessoas foram atingidas pelos tiros: um jovem de 20 anos, no tórax, e uma mulher, de 28 anos, na perna direita. Ambos foram encaminhados ao Hospital Jayme Santos Neves, no mesmo município, e não correm risco de vida. 

Pessoas que estavam no local não souberam informar a motivação dos tiros no estabelecimento. De acordo com a Polícia Militar, também não havia nenhum mandado de prisão contra as vítimas. 

Segundo relato de duas moradoras, o bairro é tranquilo e o bar não tem público para ser movimentado. Elas afirmam, ainda, que os tiros não tinham um alvo e que os disparos pareciam ser para acertar qualquer pessoa.

Outra testemunha informou que, no momento dos disparos, as pessoas que estavam no bar jogavam sinuca. Ela ouviu cerca de dez tiros. "A sensação é de medo e horror, porque tem muita criança na rua que fica brincando, e nunca aconteceu isso no bairro. Foi de repente. As pessoas que foram atingidas são pessoas boas, que trabalham e estudam. Estamos sem acreditar", disse. 

Para uma das moradoras, o menino que morreu não era o alvo. Ela acredita que os atiradores o confundiram com outra pessoa. Segundo a mulher, há alguns dias pessoas estranhas passaram pelo bairro. Depois do ocorrido, os moradores não abrem a porta de casa com medo. 

MULHER ATINGIDA JÁ EM CASA

A mulher de 28 anos atingida na perna já foi liberada e está em casa. Ela prefere não falar muito, mas não sabe dizer o que poderia ter motivado os disparos. "Eu senti na hora uma dor forte e uma queimação. Aqui é tranquilo, nunca teve algo assim", completou.

O namorado dessa mulher - que também estava no bar no momento dos disparos - lembra que não havia muita gente e que todo mundo ficou desesperado. "Saímos correndo. A gente estava de costas então não vimos nada. A gente conversava com uma amiga na hora", lembra. Não há informação sobre o estado de saúde do jovem de 20 anos.

OUTRO CRIME A POUCOS QUILÔMETROS

Local ainda estava com faixas de isolamento na manhã deste sábado . Crédito: Ricardo Medeiros
Local ainda estava com faixas de isolamento na manhã deste sábado . Crédito: Ricardo Medeiros

A aproximadamente dois quilômetros do local dos disparos em São Francisco, no Bairro das Laranjeiras, outra pessoa morreu após ser atingida por um disparo no tórax e outro nas costas. A vítima não foi identificada pela Polícia Civil.

Um adolescente de 17 anos também foi atingido pelos tiros, sendo um no pescoço e outro no ombro. O crime aconteceu por volta de 00h40 deste sábado. Também não há informação sobre o estado de saúde do adolescente. 

Com colaboração de Rúbia Mara e Rita Benezath

A Gazeta integra o

Saiba mais
assassinato serra serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.