ASSINE

Andarilho é suspeito de matar homem a pedradas em João Neiva

De acordo com a PC, o andarilho matou a vítima às margens da BR 101, no Centro da cidade, na madrugada desta terça-feira (01)

Colatina
Publicado em 02/12/2020 às 10h19
João Neiva, no Norte do ES
João Neiva, no Norte do ES. Crédito: Divulgação / Governo do ES

A polícia acredita ter desvendado o mistério sobre a morte de um homem de 55 anos em João Neiva, no Norte do Espírito Santo. De acordo com a Polícia Civil, um andarilho de 34 anos matou a vítima a pedradas para roubar os seus pertences. O crime aconteceu às margens da BR 101, no Centro da cidade, na madrugada desta terça-feira (01). O suspeito nega ter cometido o crime. 

Segundo a polícia, as investigações começaram logo após o crime. O suspeito foi identificado como sendo um andarilho, conhecido popularmente como Grande. Ainda de acordo com a polícia, durante as buscas, as equipes se dividiram e passaram a patrulhar outros municípios vizinhos e pontos em que andarilhos comumente são vistos.

Durante a tarde, em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar, o andarilho foi detido no Centro do município. Ele não resistiu à prisão. "Após algumas abordagens, o autor do crime foi localizado e detido. Com ele, foram encontrados os pertences pessoais e o aparelho de celular da vítima. Em depoimento, o suspeito negou os fatos", disse o delegado titular da Delegacia de João Neiva, Leandro Sperandio.

Segundo o delegado, o autor tentou alterar a cena do crime ateando fogo, no entanto, só queimou parcialmente. "No local do crime, foi encontrada uma pedra suja de sangue que, posteriormente, foi identificada como instrumento utilizado no crime. Ela foi recolhida e encaminhada à perícia, bem como uma camisa suja de sangue, identificada como sendo da vítima", disse.

Pedra que foi utilizada no crime . Crédito: Divulgação | Polícia Civil
Pedra que foi utilizada no crime . Crédito: Divulgação | Polícia Civil

De acordo com a polícia, o suspeito foi autuado em flagrante por latrocínio, roubo seguido de morte, e foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Aracruz.

Sperandio destacou que o município de João Neiva não registrou nenhum homicídio neste ano. "Essa foi a primeira morte violenta registrada neste ano, em João Neiva, tratada como latrocínio", relatou.

O CRIME

O homem de 55 anos morreu na madrugada desta terça-feira (01) no Centro de João Neiva. A Polícia Militar informou que, quando os militares chegaram ao local, identificaram o homem sangrando e caído no chão. Uma ambulância foi acionada e levou a vítima para o Hospital de João Neiva, mas ela não aguentou os ferimentos e veio a óbito durante o atendimento na unidade. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.